Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

06/01/2024 às 01h40m - Atualizado em 06/01/2024 às 02h19m

Governo de Pernambuco convoca servidores para prova de vida; processo pode ser feito pela internet

Caso a prova de vida não seja executada, o benefício será suspenso

idoso_1

A Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores de Pernambuco (Funape) está convocando todos os seus servidores para realizarem comprovação de vida, que agora pode ser feita por meio do celular, através de reconhecimento facial. O processo é obrigatório e, caso a prova de vida não seja executada, o benefício será suspenso.

Para realizar a Prova de Vida, o servidor aposentado ou pensionista deve baixar o aplicativo Gov.br e criar uma conta no sistema do Governo Federal, caso ainda não possua. A comprovação deverá ser realizada no seu mês de aniversário. Basta clicar no link que será disponibilizado e fazer o reconhecimento facial para confirmar que está vivo.

Aqueles que não conseguirem baixar o aplicativo ou encontrarem qualquer dificuldade no processo, podem buscar orientações numa das 15 agências da Funape espalhadas por Pernambuco. 

Em último caso, o segurado, representante legal ou procurador pode optar pela validação presencial em qualquer agência do banco Bradesco, em todo o território nacional. Nesta modalidade, é preciso levar um documento oficial com foto, comprovante de situação cadastral no CPF e comprovante de residência do beneficiário e do representante legal ou procurador; além dos documentos que comprovem a representação, como procuração reconhecida em cartório.  

Servidores aposentados e pensionistas do Estado que vivem fora do país também podem usar o Gov.br para fazer a Prova de Vida ou levar toda a documentação na Embaixada do Brasil nessa nação e concluir o processo presencialmente.

Apenas os pensionistas menores de 16 anos devem realizar o procedimento exclusivamente numa das agências do Bradesco. Isso porque o aplicativo Gov.br ainda não está habilitado para este público.

Todos os segurados terão o mês seguinte ao do aniversário como tolerância para efetuar a Prova de Vida. Passado o prazo, o benefício será suspenso. Ao todo, 105.197 pessoas deverão fazer a Prova de Vida em 2024, sendo 77.320 aposentados, 27.177 pensionistas e outros 700 oriundos de pensão especial e Feppa (Fundo Especial de Previdência do Parlamentar do Estado de Pernambuco). 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias