GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

02/09/2014 às 04h23m

Recife: Sepultado corpo da menina de nove anos assassinada por traficantes no bairro do Ibura

Garota foi descrita por familiares como uma menina extremamente doce e alegre

No velório da menina, parentes e amigos ainda sentiam a dor da forma cruel como morreu a garota

O corpo da menina de nove anos assassinada por traficantes dentro da própria residência no Ibura, no último domingo, foi sepultado no fim da tarde desta segunda-feira no Cemitério de Santo Amaro. O último adeus à garota reuniu dezenas de pessoas, entre amigos e familiares, ainda incrédulos com a morte precoce da pequena, descrita como uma criança doce, alegre, apesar do ambiente carregado em que vivia. Segundo um parente que não quis ser identificado, a mãe e um irmão da jovem eram usuários de droga.

No velório da menina, também ocorrido no Cemitério de Santo Amaro, parentes e amigos ainda sentiam a dor da forma cruel como morreu a garota. Mesmo imatura, a garota assumiu a responsabilidade de ajudar a cuidar dos outros irmãos, ainda pequenos como ela, relatam pessoas próximas à garota. “Ela frequentava as casas das pessoas na comunidade porque todos confiavam nela. Era uma menina doce, diferente, que sabia conquistar todo mundo”, disse o bombeiro José Rufino, frequentador da mesma igreja evangélica que a garota costumava participar.

A garota foi morta por traficantes que foram à residência em que morava cobrar uma dívida de R$ 250 do irmão dela, de apenas 12 anos. A casa da família foi arrombada por volta das 6h30. O crime aconteceu na 1ª Travessa da rua anta Leopoldino, na casa de úmero 953, comunidade Terra Nostra, no bairro do Ibura. Durante a ação criminosa, a mãe da vítima fatal foi atingida por quatro disparos. A mulher foi levada para o Hospital Otávio de Freitas, no bairro do Sancho, onde passou por uma drenagem torácica e, até esta segunda-feira, ainda permanecia em observação, sem previsão alta.

Além do envolvimento da mãe e do irmão com entorpecentes, o pai dela já cumpriu pena por homicídio. Ele reclamava constantemente do uso de drogas por parte da mãe, bem como por parte do garoto. Os nomes dos envolvidos não podem ser revelados em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), já que o irmão da vítima fatal se encontra em risco de vida. As investigações ficarão a cargo da 3º Delegacia de Homicídios.


Com informações da Folha de Pernambuco

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias