GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

02/01/2020 às 11h09m - Atualizado em 02/01/2020 às 12h46m

Incomodado com volume, promotor de Justiça atira em caixa de som em Maceió

Testemunhas informaram à polícia que a vítima tinha ingerido bebidas alcoólicas.

caixa_baleada

O promotor de Justiça Adriano Jorge Correia de Barros Lima atirou várias vezes em uma caixa de som de uma casa no condomínio Aldebaran Beta, em Maceió, na madrugada desta quarta-feira (1). Segundo o boletim de ocorrência, três mulheres comemoravam o réveillon com um aparelho de som em uma residência perto da do promotor quando ele atirou no aparelho. O promotor teve a arma apreendida, prestou depoimento e foi liberado.

A dona do som contou na delegacia que estava em casa com duas amigas comemorando o réveillon com uma caixa de som ligada quando foi surpreendida por um morador do condomínio (o promotor), que atirou oito vezes no aparelho de som. Ela disse que o som vale mais de R$ 3 mil.

Já o promotor confessou para a polícia militar ainda no condomínio que atirou algumas vezes no aparelho, porque o som estava muito alto. Ele contou para a polícia que atirou após ter pedido várias vezes para que as pessoas baixassem o volume do som, não ter tido os pedidos atendidos e ainda ter sido destratado e também depois de ter ligado várias vezes para o Centro de Operações Policiais Militares (Copom) por causa do volume do som das vizinhas. Ele se comprometeu a ressarcir o som danificado.

De acordo com o boletim, a perícia técnica foi acionada e a arma do promotor, uma pistola. 380 com carregador, foi entregue sem munição. Ainda de acordo com o delegado plantonista, o promotor não apresentava sinais de embriaguez.

A assessoria de comunicação do Ministério Público Estadual (MP-AL) informou que o Ministério Público não compactua com qualquer desvio de conduta e vai adotar as medidas legais cabíveis ao caso.

Do G1 Alagoas

 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias