GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

22/01/2021 às 11h00m - Atualizado em 23/01/2021 às 06h57m

Agente de saúde é estuprada e assaltada em posto de saúde no Grande Recife

Crime aconteceu em Jaboatão dos Guararapes, quando mulher chegava para trabalhar, por volta das 7h, e foi abordada por um homem.

estupro_violencia_1

Uma agente de saúde foi assaltada e estuprada dentro de uma Unidade de Saúde da Família (USF) no bairro de Comportas, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. O crime ocorreu quando a mulher chegava para trabalhar, por volta das 7h da quarta-feira (20).

Parentes contaram que ela estava sozinha para abrir a unidade Comportas 2, quando um homem se aproximou de moto e anunciou, inicialmente, um assalto. “Ele estava com uma arma de fogo e uma arma branca e a levou ao banheiro”, contou um parente da mulher.

Segundo a irmã da vítima, que pediu para não ter o nome divulgado, a agente de saúde trabalha na unidade há cerca de oito anos. "Ela abre o posto porque é a pessoa que mora mais perto. Ela chega umas 6h40, 7h, e fica até umas 8h sozinha, esperando a comunidade", contou.

Ainda de acordo com a irmã da agente, a mulher foi socorrida por funcionários de uma oficina que fica ao lado do posto. "Ela ficou em estado de choque. Levaram para o hospital, para prestar queixa, e quando ela chegou em casa, só fazia chorar. Ela ficou preocupada até com a população, imaginando que podia ter acontecido com outra pessoa", contou.

Uma amiga da agente de saúde, que também preferiu não se identificar, relatou que a sensação de medo na comunidade é constante. "Não é só à noite, durante o dia também. Está tendo muito assalto. Aqui perto tem uma escola, Augusto de Castro, que já foi assaltada várias vezes. Teve professora que já pediu transferência por conta dos assaltos", contou.

Na manhã desta sexta (22), por volta das 10h30, alguns profissionais da Guarda Municipal estavam de moto em frente à unidade de saúde em que o crime aconteceu, mas foram embora depois. "Só vieram ontem, ficaram de 20h até as 22h. Hoje também", contou a irmã da agente de saúde.

O criminoso roubou um celular e um tablet, além de estuprar a mulher, segundo a Polícia Civil, que abriu um inquérito para investigar o caso.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias