GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

21/04/2021 às 06h54m - Atualizado em 21/04/2021 às 08h33m

Padrasto agride garoto durante aula virtual e escola denuncia o caso

Conforme a gravação, o menino teve os fones de ouvido arrancados com força e foi puxado bruscamente pelo homem, que o agride em seguida. Depois, o garoto retorna ao ambiente virtual chorando.

erechim-estudante_agredido_pelo_padastro

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio Grande do Sul estão investigando o caso de uma criança que foi agredida pelo padrasto enquanto participava de uma aula online em Erechim (RS). As informações são do R7.

Conforme a gravação da aula, o menino teve os headphones arrancados com força e foi puxado bruscamente pelo homem, que o agride em seguida. Tempo depois, o garoto retorna ao ambiente virtual chorando. Mais tarde, o padrasto aparece novamente e puxa o cabelo do garoto, além de ofendê-lo. A escola enviou as imagens ao Conselho Tutelar e pediu providências ao órgão.

“Na terça-feira (12 de abril) de manhã, chegamos na escola e tinha um e-mail, com os três vídeos, no qual a escola relatava o acontecido e solicitava uma apuração junto à família desse menor. A escola também avisou a mãe, que foi orientada a comparecer ao conselho”, contou o conselheiro tutelar Ademir da Rosa.

Conforme Ademir da Rosa, não há registros de agressões anteriores por parte do padrasto. Segundo o relato da mãe da criança, no momento das agressões, ela estava em outro cômodo da casa, com o filho mais novo.

Ela ouviu o menino gritando e foi conferir o que estava acontecendo, no entanto, o ato violento já havia terminado e “estava tudo calmo”. Além de prestar apoio à criança, o Conselho Tutelar também notificou o Ministério Público sobre a ocorrência. Segundo o R7, a Delegacia Especializada no Apoio à Mulher e Vulneráveis de Erechim (RS) investiga o caso.

ISTOÉ

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias