GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

29/04/2015 às 17h56m - Atualizado em 29/04/2015 às 18h11m

Recife; Estudante ameaça colegas de classe com mensagens terroristas em Boa Viagem

Através de um aplicativo no celular, ele enviou vídeos e mensagens afirmando que faria uma chacina igual à de Realengo (RJ)

Pais e alunos de uma escola particular no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, pediram reforço da polícia para poderem frequentar a unidade de ensino, na manhã desta quarta-feira (29). O medo veio depois que um ex-aluno mandou mensagens, em tom de ameaça, para os colegas de sala. Através de um grupo do WhatsApp da turma do segundo ano do ensino médio, o rapaz, de 17 anos, enviou vídeos de terrorismo e mensagens de que faria uma "surpresa que deixaria todos famosos".

No aplicativo do celular, ele também encaminhou a carta deixada em abril de 2011 por um ex-aluno de uma Escola de Realengo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, que matou 12 crianças e depois se matou na presença da polícia. De acordo com a direção da escola, o adolescente pediu transferência na semana passada porque teria sido aprovado em um supletivo. Hoje seria o dia em que ele pegaria os documentos da transferência.

Desde que as mensagens começaram a circular, na noite desta terça-feira (28), um grupo de 15 alunos pediu a ajuda dos pais. Assustados, muitos não quiseram ir para a escola e a direção solicitou reforço da polícia. Durante toda manhã, viaturas fizeram plantão em frente à unidade de ensino. Policiais de investigação do Departamento de Proteção da Criança e do Adolescente (DPCA) também foram acionados.

Por volta das 11 horas da manhã, o adolescente chegou à DPCA acompanhado do pai, um oficial reformado do exército. De acordo com a delegada Renata Almeida, o jovem afirmou que tudo não passou de uma brincadeira e que as ameaças eram infundadas. O pai do adolescente confirmou a versão do filho e pediu para que todos relevassem o caso. A delegada vai ouvir os colegas de classe do rapaz e deve entregar, ainda hoje, a ocorrência para um juiz tomar as providências cabíveis.


Com informações da TV Jornal

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias