GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

30/04/2015 às 09h14m

Votação para Reitoria da UFPE vai para o segundo turno

Anísio Brasileiro, com 44,51% dos votos, e Edilson Fernandes, com 22,83%, enfrentarão nova disputa

Anísio e Edilson estão no segundo turno que acontecerá em 13 de maio

A eleição para a Reitoria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) que durou por todo o dia e entrou para a noite desta quarta-feira (29), deverá ir para o segundo turno entre Anísio Brasileiro e Edilson Fernandes. De acordo com o resultado parcial do primeiro turno, que até o início da madrudaga desta quinta-feira (30) marcava a apuração de 95% dos votos, no site da UFPE, Anísio Brasileiro teve 44,51% dos votos, enquanto que seu oponente ficou com 22,83%.

Segundo informações da assessoria de imprensa, a movimentação dos eleitores na consulta à comunidade acadêmica transcorreu normalmente no turno da tarde, como no caso dos Centros de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) e de Informática (CIn), além da Biblioteca Central e do Hospital das Clínicas de Pernambuco (HC), todos localizados no campus Recife da Universidade. Como a quantidade de cursos à tarde é menor, houve menos votantes do que pela manhã.

De acordo com a presidente da Comissão Eleitoral, Glória Maria Widmer, em caso de nenhum candidato conquistar a maioria dos votos válidos, considerando a paridade entre os três segmentos, uma nova consulta é realizada. Neste caso, o segundo turno para decidir entre os dois candidatos deve ocorrer no dia 13 de maio, na qual ficarão inscritos e participarão, automaticamente, os dois candidatos mais votados.

Ao todo, são 43.958 eleitores que estão aptos a escolher os novos reitor e vice-reitor da UFPE. Estão aptos a votar 2.438 docentes do Magistério Superior e do Colégio de Aplicação, em efetivo exercício; 4.617 técnicos administrativos do quadro permanente, em efetivo exercício; e 36.903 alunos dos cursos de graduação (presencial e do ensino a distância), pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) e dos programas de residência. Não vão participar do colégio eleitoral os professores substitutos e servidores à disposição da Universidade e terceirizados. Cada segmento (docentes, técnicos administrativos e alunos) representa um terço dos votos.

Cinco candidatos disputaram as eleições, segundo a UFPE. Foram eles: Anísio Brasileiro (Departamento de Engenharia Civil, atual reitor), Edilson Fernandes (Departamento de Educação Física), Daniel Rodrigues (Departamento de Fundamentos Sócio-Filosóficos da Educação, atual diretor do Centro de Educação), que obteve 15,09% dos votos, Diogo Simões (Departamento de Bioquímica), que teve 9,98%, e Maria José Luna (Departamento de Letras), que teve 4,45%. Os votos nulos computaram 1,97%, e os brancos foram 1,18%.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias