GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

30/04/2020 às 22h05m - Atualizado em 01/05/2020 às 01h37m

Ministério Público Federal entra com ação contra Caixa Econômica, Estado e União

As filas em frente às agências da Caixa Econômica Federal não param de crescer, por causa do auxílio emergencial de R$ 600 e, agora, pagamentos do INSS

filas_na_caixaa

O cenário de filas imensas se repetiu, mais uma vez, em agências da Caixa Econômica Federal, nesta quinta-feira (30). As imagens parecem as mesmas, mas as aglomerações pioram, diariamente.

Alguns buscam informações sobre o pagamento do auxílio emergencial, outros querem sacar o dinheiro. Além disso, aposentados e pensionistas estão se juntando a esse grupo, para sacar os benefícios.

Como essa situação virou rotina, o Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública com pedido de liminar contra a Caixa Econômica Federal, a União e o Estado de Pernambuco, para que sejam tomadas providências que façam cessar essas aglomerações.

Na ação , o procurador da República, Alfredo Falcão Júnior, solicitou o apoio da Força Nacional e do Exército Brasileiro, além da Polícia Militar. Foi requerida também a fixação de uma multa diária em caso de descumprimento da liminar, no valor de R$ 5 mil para a Caixa e R$ 20 mil para a União e para o Estado.

Na agência da Caixa que fica na avenida Agamenon Magalhães, no Derby, a fila se formou ainda na noite dessa quarta-feira (29). Pela manhã, ainda tinha gente dormindo na calçada. Na Avenida Cruz Cabugá, Centro do Recife, a quantidade de pessoas era tão grande, que ficou difícil ver o fim da fila, que se estendia pela Avenida Mário Melo.

 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias