GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

01/05/2019 às 08h46m - Atualizado em 02/05/2019 às 14h07m

Motorista denuncia ter carro “depenado” em garagem do Detran-PE

O carro, um JAC J6 avaliado em R$ 80 mil, foi apreendido em abril passado por estar estacionado em uma calçada no bairro de Campo Grande

carro_depenado_no_detran-pe

O construtor Fernando Monteiro Júnior, proprietário de um JAC J6 avaliado em R$ 80 mil, denuncia um grave problema enfrentado por ele na garagem do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE). Após ter tido o carro apreendido por estacionar em cima de uma calçada no bairro de Campo Grande, em abril passado, ele quitou os débitos e foi buscar o automóvel. Ao dar a partida, nada. Ao levantar o capuz, a surpresa. “Eu me deparei com o veículo sem marcha, sem motor e sem bateria. Na mala, estavam várias peças, algumas, inclusive, que eu nem conhecia”, detalhou.

A apreensão do carro foi feita por agentes da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). “Eles pararam o carro e já foram pedindo a documentação, sendo que eu não estava com ela na hora, então eles chamaram o guincho e levaram para o depósito. Consegui acompanhar e, depois de muito insistir, entrei e tirei a foto em que eles aparecem fazendo a vistoria”, lembrou.

Fernando deixou o carro no depósito do Detran, no bairro de Dois Irmãos, por 28 dias. Tempo exato em que conseguiu pagar todas as multas e o IPVA do ano. O dono do carro registrou um boletim de ocorrência na Delegacia do Espinheiro e acionou a Justiça. De abril até outubro do ano passado, ele chegou a gastar R$ 10 mil em aluguéis de outros carros para se locomover junto à família, em seguida, comprou outro carro e não teve mais notícias do J6. No entanto, recebeu a cobrança do IPVA deste ano. Agora, o proprietário espera que tudo se resolva. “Preciso que a Justiça seja feita e que parem de provocar esse tipo de dano”, lamentou.

Em nota, o corregedor do Detran, Marcos Luís, alegou que o usuário assinou um documento onde concordava com todos os procedimentos e disse também que o carro já tinha sido apreendido da forma que Fernando encontrou.

Do OP9

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias