GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

13/05/2016 às 08h58m - Atualizado em 13/05/2016 às 09h00m

Motim deixa cinco jovens feridos na Funase de Abreu e Lima

Rebelião, de acordo com PM, começou depois de uma tentativa de fuga. Unidade tem capacidade para 90 internos e abriga, hoje, 170 pessoas.

Rebelião na Funase de Abreu e LIma deixou cinco jovens feridos

Um motim deixou cinco adolescentes feridos, na madrugada desta sexta-feira (13), na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), em Abreu e Lima, no Grande Recife. De acordo com a Polícia Militar de Pernambuco, tudo começou às 3h40 por causa de uma tentativa de fuga frustrada.

Em seguida, de acordo com a PM, estourou uma briga entre os jovens, entre 16 e 21 anos, que cumprem medidas socioeducativas. Esta foi a quarta rebelião na instituição apenas este ano.
Acionada, a PM enviou equipes do 17º Batalhão. Por causa da gravidade do problema, houve reforço de 40 homens do Batalhão de Choque. Foi preciso usar bombas de efeito moral para conter o motim. A situação só foi controlada no iníco da manhã.

Segundo informações da direção da unidade, os jovens queimaram colchões e quebraram muitos móveis equipamentos. Eles jogaram pedras e arrombaram cadeados.
Áreas de infraestrutura, como a cozinha, também foram danificadas. Do lado de fora, era possível observar muita fumaça.

O motim teve grande impacto na Funase de Abreu e Lima. Internos de todas as 14 alas da unidade se envolveram na confusão, iniciada na área 2. Os adolescentes machucados foram retirados da unidade, às 6h30, e seguiram numa Kombi.

O Batalhão de Choque realizou a contagem para saber se alguém conseguiu escapar. A unidade tem, atualmente, 170 internos. A capacidade é para 90 jovens.

Outros casos
Em abril dste ano, houve um tumulto na unidade da Funase de Timbaúbam, na Mata Norte. No dia 22, três internos fugiram. De acordo com informações da Polícia Militar, os adolescentes serraram grades para sair da cela em que estavam.

Ainda em abril, a unidade da Funase no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife (RMR), registrou um assassinato de um dos internos no dia 8. A instituição também confirmou que houve uma rebelião seguida de fuga de oito internos no mesmo dia.

Em Abreu e Lima, no dia 31 de março, a unidade da Funase também registrou um tumulto entre os internos. Os adolescentes de dois dos pavilhões da unidade causaram uma briga que se espalhou para a área social e para outro pavilhão.


As informações são do G1PE
Foto: Cacyone Gomes/ Tv Globo

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias