GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762

09/06/2021 às 23h20m - Atualizado em 09/06/2021 às 23h30m

Pernambuco registra 6.487 casos de covid-19, a maior confirmação em um boletim desde o início da pandemia

Também foram confirmadas 81 novas mortes de pessoas com o novo coronavírus. Desde o início da pandemia, foram 16.549 óbitos.

coronavirus-covid-teste

A Secretaria SES-PE registrou, nesta quarta-feira (09/06), 6.487 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 267 (4%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 6.220 (94%) são leves. Do total de casos confirmados, apenas 2.810 foram registrados nos últimos três dias. Este maior registro de casos está ligado ao acúmulo de dados do fim de semana e em problemas na extração no sistema do Ministério da Saúde. Para se ter ideia, no informe de hoje, cerca de 20 mil exames foram notificados no sistema, dos quais 31% foram positivos – a maior parte de casos leves. Agora, Pernambuco totaliza 509.184 casos confirmados da doença, sendo 46.718 graves e 462.466 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 423.540 pacientes recuperados da doença. Destes, 26.636 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 396.904 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 81 novos óbitos (46 masculinos e 35 femininos), ocorridos entre os dias 01/03/2021 e 08/06/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Afogados da Ingazeira (1), Araripina (1), Arcoverde (2), Belém de São Francisco (1), Belo Jardim (1), Bom Conselho (1), Bom Jardim (1), Capoeiras (1), Carnaíba (1), Carpina (3), Condado (2), Exu (1), Flores (1), Frei Miguelinho (1), Garanhuns (5), Goiana (1), Itapetim (1), Jaboatão dos Guararapes (2), Jucati (1), Lagoa Grande (1), Macaparana (1), Olinda (5), Palmares (3), Paudalho (1), Paulista (1), Pedra (1), Petrolândia (1), Petrolina (2), Recife (22), Ribeirão (1), Salgueiro (1), Santa Cruz da Baixa Verde (1), São Bento do Una (1), São Caitano (2), São João (1), São José do Belmonte (1), São Vicente Ferrer (1), Surubim (1), Tamandaré (2), Timbaúba (1), Verdejante (1) e Vitória de Santo Antão (1). Com isso, o Estado totaliza 16.549 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 24 e 91 anos. As faixas etárias são: 20 a 29 (2), 30 a 39 (4), 40 a 49 (15), 50 a 59 (19), 60 a 69 (15), 70 a 79 (10), 80 ou mais (16). Do total, 51 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (26), diabetes (20), hipertensão (11), obesidade (7), doença respiratória (4), tabagismo/histórico de tabagismo (4), doença renal (3), doença neurológica (2), histórico de AVC/AVE (2), imunossupressão (1), doença hepática (1), doença genética (1), dislipidemia (1) e doença de Alzheimer (1) um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais seguem em investigação.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias