GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

20/07/2021 às 21h28m - Atualizado em 20/07/2021 às 23h35m

Limoeiro: Homem, esposa, irmã e sobrinha lideravam quadrilha de tráfico de drogas e outros crimes em Pernambuco

Integrante da mesma família foram alvo da Operação Vórtice, realizada pela Polícia Civil.

delegacia_policia_civil_1

A Polícia Civil desvendou as ações de uma organização criminosa que traficava drogas no interior de Pernambuco e tinha como integrantes pessoas da mesma família. Segundo a corporação, o principal alvo da Operação Vórtice, realizada em Limoeiro, no Agreste, atuava com esposa, irmã e sobrinha.

Os detalhes da operação, deflagrada na quinta (15), foram divulgados nesta segunda (19), durante entrevista coletiva concedida na sede da Polícia Civil, no Recife. Ao todo, a polícia cumpriu dez dos 13 mandados e prisão e efetuou três capturas em flagrante.

Segundo a polícia, o principal alvo da operação foi identificado como E.R.B. Alvo de um dos mandados de prisão, ele tem passagens anteriores por tráfico de drogas, roubo, associação criminosa, furto e receptação.

A esposa dele, identificada como D.M.M.S., também foi alvo de mandados de prisão e de busca e apreensão. A polícia disse que ela era conhecida como “a primeira dama do morro” e tinha liderança no grupo, como o marido.

A irmã do principal investigado na organização foi identificada como E.R.B. Alvo de mandados de prisão e de busca, ela era, segundo as investigações, a substituta do chefe da quadrilha quando ele se ausentava.

Também foi apontada como a responsável pela compra de toda a droga da organização criminosa e pelo transporte dos entorpecentes.

Além disso, outros homens que participavam da quadrilha já estavam presos no presídio de Limoeiro. Uma mulher atuava diretamente na venda de drogas.

De acordo com a polícia, a operação foi batizada de "Vórtice”, por fazer menção ao movimento forte e giratório, no sentido de “limpar” a área do tráfico de drogas.

Segundo a delegada Betânia Tavares as investigações mostraram como a organização atuava. “Tinha o líder, a mulher, irmã e sobrinhos. Os familiares faziam e divisão dos valores e das tarefas. São, ao menos, cinco pessoas da família”, afirmou a policial.
Ainda de acordo com a delegada, os demais integrantes traficavam e vendiam. Eles tinham ajuda de presidiários, que cooperavam com o líder.

Betânia Tavares disse que os envolvidos foram autuados por vários crimes, como tráfico de entorpecentes, associação para o tráfico, corrupção de menores, furto qualificado, receptação dolosa e posse e porte de arma de fogo.

Durante a ação, foram apreendidos armas, drogas e dinheiro, além de celulares. Ao todo, foram mobilizados 80 policiais civis, entre agentes, delegados e escrivães na operação, que também teve atuação de 30 policiais militares.

Do G1 PE

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias