GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

28/07/2014 às 07h30m - Atualizado em 28/07/2014 às 07h58m

Ariano ganha nova homenagem do Sport na partida contra o Atlético-MG

Família do escritor, que era um torcedor símbolo do Leão, esteve em campo para puxar o grito de "Cazá, Cazá" e atletas usaram nomes de personagens nas camisas

Assim como ocorreu na partida contra o Paysandu, na última quinta-feira, o Sport preparou uma série de homenagens para o escritor Ariano Suassuna, torcedor ilustre do clube, que faleceu na última quarta-feira. Momentos antes da partida contra o Atlético-MG, neste domingo, a família, acompanhados do boneco gigante do escritor e do presidente do clube entraram no campo de jogo.

Herdeira da paixão pelo Leão, a neta de Ariano, Anaís Suassuna, foi convidada pelo locutor do estádio a puxar o grito de “Cazá, Cazá”. Ideia que foi recebida com entusiasmo pelos torcedores.
Além da homenagem inicial, os jogadores do Sport entraram em campo com os nomes dos principais personagens do escritor às costas. Destaque para o atacante Neto Baiano, que durante o jogo contra o Atlético-MG usou o nome de Chicó, destaque do Auto da Compadecida. Conhecido por sua seriedade, o zagueiro Durval virou Severino de Aracaju, o cangaceiro, que também fazia parte do conto.

Ainda no gramado, o presidente do clube, João Humberto Martorelli, fez questão de destacar a importância do escritor na história do clube.
- A homenagem é eterna. O que estamos fazendo aqui é apenas um símbolo do reconhecimento da nossa torcida para o nosso ídolo.
Completando as honrarias, o Rubro-negro passou a adotar a frase do escritor: “Felicidade é torcer pelo Sport”, em todos os ingressos impressos a partir deste domingo. A ideia é eternizar a ligação de Ariano com o clube.


Com informações do G1PE
Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias