GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

07/11/2019 às 18h10m - Atualizado em 07/11/2019 às 22h28m

Jeep abre espaço para pequenas empresas em Goiana

Numa parceria com o Sebrae, a Jeep tem estimulado a capacitação de fornecedores e alguns já vende seus produtos em Betim (MG)

fiat_jeep

Em novembro, a Jeep vai promover uma rodada de negócios com cerca de 50 pequenas e médias empresas de Pernambuco para conhecer seu potencial como prestadoras de serviços.

Esse grupo vem sendo preparado pelo Sebrae para que seus gestores estejam aptos a atuar em conformidade com as exigências técnicas e burocráticas de uma multinacional do porte da FCA, detentora da marca Jeep.

“Estamos realizando o segundo ciclo do projeto Desenvolvimento de Fornecedores, feito em parceria com o Sebrae, com foco na rentabilização e na prestação de serviços e fornecimento de produtos para o setor automotivo”, explica Bruno Romeiro, gestor de Compras da Jeep.   

Do primeiro ciclo, participaram cerca de 31 empresas e desse total, 10 efetivamente passaram a fornecer produtos e serviços ao polo da Jeep.

“Algumas, inclusive, já fornecem para outras integrantes do polo (os sistemistas)”, revela o gestor.

Há empresa que passaram até a fornecer para fora de Pernambuco, como a Jodarc, que fornece uniformes e está vendendo seus produtos em Betim, onde a FCA tem uma fábrica da Fiat; a Plus Etiquetas, que fornece etiquetas industriais (código de barra); e a Eurocontainers, que atua no campo da indústria metalmecânica, voltada para os setores Automotivo, Naval/Offshore e Estruturas.

Esse grupo de fornecedores locais foi identificado no primeiro do ciclo do projeto, que foi de 2015 a 2018. No atual, que é de 2019 a 2020, a seleção foi feita com base em áreas estratégicas, como serviço e material indireto, que são produtos não usados na montagem do veículo, mas que fazem a fábrica funcionar.

Coube ao Sebrae prospectar empresas interessada em fornecer para Jeep. “São empresas que atuam com serviços que vão da manutenção de equipamentos a engenharia, que fazem operação rodar”, explica Bruno Romeiro.

Aprovado o potencial da empresa, ela fica apta a participar de licitações para o fornecimento de produtos e serviços. “Queremos que as 50 tenham condições de nos atender”, diz Romeiro. Segundo ele, alguns contratos são permanentes, outros, pontuais.

O papel do Sebrae é ajudar os empresários a desenvolver a gestão com foco na inovação e competitividade, diminuindo um pouco a distância entre seus negócios e a montadora. Após o treinamento, a Jeep faz rodada de negócios com os fornecedores, que apresentam sua empresa, seus produtos e sua capacidade de prestar o serviço. Não há exigência que o prestador de serviço ou fornecedor estejam localizados próxima ao polo.

“O trabalho que o Sebrae vem fazendo, capacita a empresa para atender a qualquer multinacional, de qualquer segmento”, ressalta Romeiro.

O polo da Jeep é tão importante para a economia local que já se percebem os reflexos de seu impacto em Goiana, município da Zona da Mata Norte de Pernambuco, onde a fábrica está instalada. “Começamos a notar que a cidade está cada vez mais envolvida com a fábrica, fazendo com que os negócios se voltem para alimentar a Jeep”, analisa Rameiro.

Prestadores de serviço na área de engenharia, mecânica e comercio começaram a proliferar na região. Até um novo hotel foi inaugurado com foco na FCA. O Hotel Abba, muito conhecido pelos executivos que vão ao polo da Fiat em Betim, abriu as portas em Goiana de olho no mesmo público.

O próximo passo da Jeep é estender o programa feito em parceria com o Sebrae para a Paraíba, já que a unidade fabril está, praticamente, na divisa com aquele estado. “Desde que o Polo Automotivo Jeep começou a operar, há quatro anos, em Goiana, tivemos como objetivo desenvolver a cadeia de fornecedores locais. Tivemos um bom resultado no primeiro ciclo do projeto e agora queremos ampliar ainda mais essa parceria pela região”.

As empresas interessadas devem procurar o Sebrae PE. A Jeep busca  empresas que prestem serviços e vendam produtos ligados a atividades auxiliares ao processo de produção de automóveis.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias