GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

21/12/2018 às 15h00m - Atualizado em 22/12/2018 às 20h52m

Ministério Público de Pernambuco empossa 10 novos promotores de Justiça para atuar no Sertão

Salgueiro, Parnamirim, Cabrobó, Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista. Belém de São Francisco, Floresta e Triunfo são as cidades que receberam o reforço dos promotores

posse_de_promotores_de_justica

Em solenidade realizada nesta quinta (20), no Centro Cultural Rossini Alves, do Ministério Público de Pernambuco, no Recife, dez promotores de Justiça tomaram posse para atuar no Sertão pernambucano. 

Ao todo, oito municípios vão receber os novos promotores: Belém de São Francisco e Floresta, no Sertão de Itaparica; Cabrobó, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista, no Sertão do São Francisco; Parnamirim e Salgueiro, no Sertão Central, e Triunfo, no Sertão do Pajeú. 

O procurador-geral do Estado, Francisco Dirceu Barros, destacou o papel dos empossados na garantia de direitos e na luta por justiça. “É diferente ter uma cidade no Interior com um promotor combatendo a criminalidade diariamente. Priorizamos as comarcas mais violentas e nós já temos números para dizer que, em dois anos, diminuiu a violência no Estado de Pernambuco, na medida que há um profissional defendendo a cidadania todos os dias”.

De acordo com Dirceu Barros, nos últimos dois anos, 61 promotores de Justiça foram nomeados em Pernambuco. Ele ainda declarou que há a possibilidade de convocação de mais 35 aprovados no último concurso do Ministério Público estadual, que foi prorrogado até 2019.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eriberto Medeiros (PP), participou da cerimônia e comemorou a ampliação do número de promotores no Interior de Pernambuco. “Todos terão suas atividades no Sertão, uma região de difícil acesso, uma região mais carente do nosso Estado. Certamente irão trazer mais confiança à população, que se sentirá mais protegida com a presença do Ministério Público, que é defensor da cidadania”, comentou.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias