GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

20/01/2020 às 08h43m

Policial de Pernambuco é preso depois de atirar e deixar feridos em festa

O motivo teria sido uma 'cantada' que a namorada do policial militar recebeu. Caso aconteceu na Grande João Pessoa, na Paraíba

pistola_1Do JC Online

Um policial militar de Pernambuco foi preso, durante o festival de música Fest Verão, na Praia de Intermares, em Cabedelo, na Grande João Pessoa, Paraíba, depois de atirar pessoas e deixar feridos.

De acordo com informações da Polícia Civil, o motivo teria sido uma 'cantada' que a namorada do militar recebeu. O agente teria ficado irritado, sacado a arma e efetuado disparos.

Na versão da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), o agente teria ferido três seguranças da festa. Em nota, a assessoria da Fest Verão mencionou que o "um frequentador foi atingido com um tiro no pé" e está em um hospital particular de João Pessoa, com um estado de saúde estável.

O grupo ainda explicou que o acusado entrou armado no evento por ele ser um agente de segurança pública. "A legislação permite o porte de arma, mesmo em um lugar com aglomeração de pessoas", diz.

A base da PM no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa confirmou que uma das vítimas deu entrada na unidade após ter sido encaminhada em uma ambulância. Seu nome e idade não foram divulgados.

Acusado passa por audiência de custódia

O homem foi detido e encaminhado ao 1° Batalhão da Polícia Militar de João Pessoa. Segundo a TV Tambaú, afiliada do SBT na Paraíba, o policial passou por uma audiência de custódia no Fórum Criminal de João Pessoa este domingo. Na ocasião, o juiz José Guedes Cavalcanti Neto converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva. O militar foi transferido para o Centro de Reeducação da PM de Pernambuco, em Abreu e Lima.

A PMPE disse que, além da decisão do Judiciário, também adotará "procedimentos internos previstos, dentro de um processo que resguarde o amplo direito à defesa e ao contraditório". "Somente no final, após completa apuração dos fatos, medidas a respeito de sua conduta serão anunciadas", falou.

Veja, na íntegra, a nota da PMPE

"A Polícia Militar de Pernambuco esclarece que acompanhou em audiência de custódia o policial lotado no14º BPM, unidade miliatr do sertão pernambucano, preso por ter se envolvido em uma briga no Fest Verão, de Cabedelo/PB. Segundo relatos de testemunhas, ele teria se envolvido em uma briga no evento, sacado sua arma e efetuado vários disparos, que acabaram atingindo três seguranças. Por decisão da Justiça do Estado vizinho, sua prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva e que posteriormente, será recambiado ao Presidio da PMPE, CREED. Além da decisão do Judiciário, a PMPE também adotará todos os procedimentos internos previstos, dentro de um processo que resguarde o amplo direito à defesa e ao contraditório. Somente no final, após completa apuração dos fatos, medidas a respeito de sua conduta serão anunciadas."

Veja, na íntegra, a nota da Fest Verão

"De acordo com a assessoria de imprensa do Fest Verão, ainda está sendo identificada em qual área o incidente aconteceu, se foi dentro do festival ou nas imediações. Já foi confirmado que a pessoa que efetuou o disparo é um Policial Militar de Pernambuco.
A assessoria afirma que um frequentador foi atingido com um tiro no pé, durante a confusão. A vítima está em um hospital particular da Capital e o estado de saúde é estável, devendo receber alta nas próximas horas.
A entrada do policial armado, se deve ao fato de ele ser um agente de segurança pública, a legislação permite o porte de arma, mesmo em um lugar com aglomeração de pessoas."

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias