GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

07/05/2019 às 20h46m - Atualizado em 08/05/2019 às 08h14m

Homem é preso suspeito de matar namorada enforcada com toalha em quarto de motel, em Gravatá

Suspeito ainda arrastou o corpo da jovem de 18 anos até o banheiro do quarto, diz polícia. Ele é ex-presidiário e tem o nome da vítima tatuado na testa.

feminicidio_em_motel

Um homem foi preso na segunda-feira (6) suspeito de matar a namorada por sufocamento e enforcamento em Gravatá, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito matou a jovem enforcada com uma toalha dentro de um quarto de motel.

Ainda segundo a polícia, o suposto criminoso, que é ex-presidiário, também arrastou o corpo de Maria Luiza da Silva Ferreira, de 18 anos, até o banheiro do quarto para que ninguém percebesse o crime, caso alguém abrisse a porta da suíte.

Por meio de nota, o delegado do caso, Álvaro Grako, informou que o suspeito fugiu após o crime, mas foi encontrado e preso em Bezerros, também no Agreste. Em seguida, o homem foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Gravatá, onde foi efetuado o auto de prisão em flagrante por feminicídio.

Na delegacia, o homem, que tinha o nome da jovem tatuado na testa, confessou ter matado Maria Luiza. À Polícia Civil, ele disse que discutiu com a vítima enquanto eles estavam em um bar. Em seguida, o suspeito foi com a jovem para um motel, onde se desentenderam por ciúmes.

Após a discussão, ele assassinou a vítima. O corpo da jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru. Ainda não se sabe para qual unidade prisional o suspeito será levado.

Entenda o caso

Uma mulher de 18 anos foi encontrada morta, na tarde desta segunda-feira (06), dentro de um motel, localizado no município de Gravatá, no Agreste de Pernambuco. De acordo com informações iniciais da polícia, a vítima foi identificada como Maria Luísa da Silva Ferreira.

De acordo com a polícia, a jovem apresentava sinais de estrangulamento e estava dentro de um quarto. Funcionários do motel contaram para a polícia que a mulher entrou no local durante a madrugada desta segunda-feira (06) acompanhada de um homem. Ele teria saído do local dizendo que iria comprar cigarro, mas não voltou mais.

Do G1 Caruaru

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias