GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

14/07/2014 às 11h48m - Atualizado em 14/07/2014 às 11h58m

Aliança: Graças ao esforço e empenho da ROCAM, índice de criminalidade no município cai consideravelmente

Em um mês, vários homicidas, assaltantes, foragidos da justiça e menores infratores foram presos.

O índice de criminalidade em Aliança diminuiu bastante nos últimos dias, a população que estava aterrorizada nesse primeiro semestre por causa do grande número de assaltos, furtos, homicídios e tráfico de drogas, agora comemoram e respiram um pouco aliviada nesses últimos 30 dias graças ao empenho e esforço feito pela Polícia Militar aumentando o numero do efetivo nos últimos dias.

Vários homicidas, assaltantes, foragidos da justiça e menores infratores foram presos. O Timbaúba Agora entrevistou o Policial Militar Sd PM Saraiva, um dos responsáveis juntamente com os seus companheiros pelo combate a violência no município, e vários assuntos importantes foram falados pelo militar sobre o que foi e o que continuará sendo realizado para evitar atos criminosos.

Devido a grande violência que estava amedrontando a cidade de Aliança, os Policiais Militares do efetivo da ROCAM do 2º BPM/PE foram solicitados, e além do soldado Saraiva o efetivo também foi formado pelos soldados Paulino e Marques. O soldado Maciel Saraiva fez questão de registrar também, o grande trabalho que foi realizado por ele e equipe que em Timbaúba no mês de maio, pois 13 armas de fogo foram apreendidas. ‘’Veja quantas vidas foram salvas com esse número de armas apreendidas, eu durmo o sono dos justos, pois procuro dar sempre o meu melhor quando estou de serviço’’, comentou o soldado.

Confira na íntegra a entrevista com Maciel Saraiva sobre o trabalho realizado em Aliança:

T.A. - De quem foi à solicitação para que a segurança do município de Aliança fosse reforçada?E quem fez parte do efetivo com a responsabilidade de evitar a criminalidade no local?

R – Para este mês de junho houve um pedido especial do Prefeito desta cidade para que eu viesse, tendo em vista os bons serviços prestados e a forma firme no combate ao crime nesta região da Mata Norte em especial Aliança e Timbaúba, a partir daí o meu comandante imediato, que é o Capitão Flávio Duarte me contactou e solicitei os soldados Paulino e Marques, para que a partir daí começássemos um trabalho ostensivo e repressivo de forma firme e eficaz no combate à criminalidade naquela cidade.

T.A. - Quantos dias estiveram reforçando a população aliancense?

R - Estivemos naquela cidade por um período de 30 dias, pois a cada 30 dias o efetivo de rocaneanos é pemultado.

T.A. - Quando o efetivo chegou qual era a situação do município?

R - Era uma situação de caos, pois tínhamos assalto à mão armada, furtos, homicídios, arrombamentos, tráficos entre outros.

T.A. - Quais as medidas foram tomadas pelo efetivo para a diminuição da violência?

R – Identificar os causadores e prendê-los.

T.A. - Em relação a homicídios, depois da chegada do reforço policial diminuiu o número de assassinatos?

R – Sim tivemos uma redução bem significativa de cerca de 50% no mês de junho, em relação há meses anteriores.

T.A. - Nesse período quantos traficantes foram presos e a quantidade de drogas apreendidas?

R - Nesse mês de junho, só o meu trio de ROCAM, realizou a prisão em flagrante delito com autuação dos envolvidos e encaminhados para estabelecimentos prisionais, como cadeia pública, presídios masculinos e femininos, inclusive de menores para unidades onde os mesmos cumprem medidas sócio-educativas no total de 21 elementos.

T.A. - E assalto a mão armada e porte ilegal de arma de fogo, houve diminuição na pratica desses delitos?

R – Sim, pois os que se arriscavam a fazer a prática criminosa eram presos, pois os números já ditos revelam a seriedade do trabalho realizado.

T.A. - Foragidos da justiça, quantos foram capturados e mandados de volta a prisão?

R – Com mandados de prisão, fizemos a prisão de três elementos de alta periculosidade, entre eles havia um de Aliança que no mês de novembro de 2013, juntamente com mais três comparsas, invadiram um barraco aqui na favelinha na Rua da Aurora arrastaram um indivíduo e o executaram friamente, sem dar chance de defesa a vítima.

T.A. - No mês de junho aconteceram às festividades juninas de Aliança, algum caso mais grave de criminalidade durante o evento? Como foi realizada a segurança nos dias de festejos?

R – Houve apenas um homicídio na Rua da Palha, pois quem o praticou teria sido um elemento conhecido como ‘’Zé Pequeno’’, inclusive nesta mesma noite ele havia usado uma espingarda calibre 12 contra o efetivo policial de Aliança, causando na viatura local várias marcas de bala. E após um levantamento minucioso, nós da ROCAM, descobrimos onde o marginal havia se escondido e a partir daí juntamente com a equipe ‘’Malhas da Lei’’, fomos buscá-lo na cidade de Caaporã, no Estado da Paraíba, o prendemos lá e o conduzimos para Aliança, para que fosse preso e respondesse pelos crimes praticados contra todos daquela sociedade.

Por Renato Melo/Timbaúba Agora

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias