GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

23/07/2017 às 09h07m

Festejos Juninos movimentam economia e geram emprego no Brasil

Levantamento de algumas das principais festas do Brasil mostra o impacto financeiro do São João, responsável pela injeção de milhões de reais na economia do país

maior-quadrilha-1

A vocação dos festejos juninos como indutores do turismo no Brasil fica mais evidente a cada ano, com os números da movimentação turística e econômica dos destinos que realizam uma das mais tradicionais festas da cultura brasileira. E o Nordeste confirma sua vocação como realizador de grandes festejos juninos. Em Campina Grande (PB), a movimentação financeira é estimada em R$ 200 milhões, crescimento de 25% em relação a 2016. O Parque do Povo, local da festa, recebeu 2,5 milhões de visitantes nos 30 dias de evento.

No Maranhão, as festas juninas espalhadas pelo estado geraram movimentação econômica de R$ 60 milhões, sendo R$ 20 milhões apenas no São João de Todos de São Luís. Foram contratados 425 grupos culturais, que realizaram cerca de mil apresentações durante todo o período junino.

A Região Norte confirma que o São João é do Brasil. Conhecido nacionalmente pelas disputas entre os bois Caprichoso e Garantido, o Festival Folclórico de Parintins recebeu 70 mil turistas e gerou cerca de 4,5 mil empregos diretos e indiretos, injetando R$ 100 milhões na economia local segundo a Amazonastur. No Pará, o Arraial dos Caetés em Bragança (PA) recebeu mais de 50 mil pessoas em quatro dias com a geração de 1,2 mil empregos diretos e indiretos e movimentação econômica de R$ 124,5 mil reais, beneficiando comunidades tradicionais e produtores de farinha, o ouro branco da região.

A Região Norte confirma que o São João é do Brasil. Conhecido nacionalmente pelas disputas entre os bois Caprichoso e Garantido, o Festival Folclórico de Parintins recebeu 70 mil turistas e gerou cerca de 4,5 mil empregos diretos e indiretos, injetando R$ 100 milhões na economia local segundo a Amazonastur. No Pará, o Arraial dos Caetés em Bragança (PA) recebeu mais de 50 mil pessoas em quatro dias com a geração de 1,2 mil empregos diretos e indiretos e movimentação econômica de R$ 124,5 mil reais, beneficiando comunidades tradicionais e produtores de farinha, o ouro branco da região.

No Centro-Oeste, o Arraial do Banho de São João, realizado de 22 a 25 de junho, em Corumbá (MS), gerou mais de 280 empregos diretos. As 51 mil pessoas que passaram pelo evento injetaram R$ 430 mil nas 90 barracas e 6 pontos de comércio fixo.

PROMOÇÃO DOS FESTEJOS - Este ano, o Ministério do Turismo promoveu uma chamada pública para selecionar municípios interessados em receberem apoio para promoção e divulgação de seus festejos juninos. As cidades vencedoras foram: Belo Horizonte (MG), Bragança (PA), Campina Grande (PB), Corumbá (MS) e São Luís (MA).

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias