GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

26/08/2020 às 23h32m - Atualizado em 27/08/2020 às 00h13m

Adolescente é agredido com barra de ferro pelo pai após assumir orientação sexual, em Maceió

Menino de 14 anos disse à mãe que é homossexual e depois foi ter a mesma conversa com o pai, mas acabou agredido; ele levou 12 pontos na cabeça. Pai vai responder por lesão corporal grave.

pm

Um adolescente de 14 anos foi agredido com uma barra de ferro e espancado pelo pai e pelo irmão em Maceió. A Delegacia de Crimes Contra a Criança e o Adolescente (DCCCA) que as agressões começaram depois que ele disse ao pai ser homossexual.

De acordo com o chefe de operações da delegacia, Allan Barbosa, o adolescente mora com a mãe e conversou primeiro com ela sobre a orientação sexual, depois, eles foram juntos na casa do pai para falar sobre o mesmo assunto.

O menino mora com a mãe e foi até a casa do pai manifestar sua orientação sexual. Após a ação, ele foi agredido pelo pai e irmão. A mãe sabe da orientação do menino, mas não fez nada contra; ela ficou revoltada com o pai e o seu outro filho”, disse Barbosa.

A denúncia para a delegacia foi realizada por uma pessoa anônima, que registrou um Boletim de Ocorrência (B.O). O menino, que não teve sua identidade revelada, estava com a mãe e foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), onde fez o exame de corpo de delito e recebeu cerca de 12 pontos na cabeça.

A vítima e a mãe foram ouvidos na delegacia. O caso está sendo acompanhado por conselheiros tutelares da 4ª região, que acompanharam mãe e filho na delegacia. O adolescente foi encaminhado para atendimento psicológico.

Ainda segundo o chefe de operações da delegacia, o pai será chamado e ouvido. Ele será indiciado pelo crime de lesão corporal grave. O irmão, de 34 anos, também deverá ser indiciado.

G1 AL

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias