Black Friday Ubannet

31/08/2019 às 00h33m - Atualizado em 31/08/2019 às 01h29m

Homem é preso por transmitir HIV para quatro mulheres

Ele foi indiciado por tentativa de feminicídio. Vítimas disseram que o investigado nunca contou ser portador da doença nem usou proteção durante relações sexuais.

mato_grosso_do_sul-hiv-tentativa_de_feminicidio

A Polícia Civil do Mato Grosso prendeu, na quinta-feira (29), Haroldo Duarte da Silveira, de 32 anos, por transmitir o vírus HIV para quatro mulheres com quem se relacionou por anos. Ele foi indiciado por quatro tentativas de feminicídio.

O suspeito estava fora do Mato Grosso e foi preso ao retornar para Cuiabá. Ele confessou a existência de uma quinta vítima, que deve ainda ser procurada pela polícia.

Todas as mulheres que denunciaram Haroldo afirmaram que o investigado nunca anunciou ser portador da síndrome da imunodeficiência adquirida ou usou qualquer tipo de proteção durante as relações sexuais. Segundo a polícia, não havia condições do suspeito desconhecer que carregava o vírus.

A tipificação do crime como feminicídio gerou debate. Para a delegada do caso, Nubya Beatriz Gomes dos Reis, o preso agiu com dolo na modalidade eventual, pois assumiu o risco de contaminar suas parcerias com doença que, se não detectada e tratada, poderia levá-las à morte. "Sendo assim o indiciei pelo crime de feminicídio tentado quatro vezes", defendeu ela.

A delegada representou pela prisão preventiva de Haroldo para proteger a integridade física e psicológica das vítimas e evitar novas contaminações. "Oriento as mulheres que se relacionam com o suspeito que realizem o exame para constatação do vírus, e se o tempo de aquisição da doença coincidir com o do relacionamento que procure esta delegacia para que possamos instaurar novos inquéritos policiais e investigar os fatos", pediu Beatriz.

 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias