GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

11/09/2020 às 02h23m - Atualizado em 11/09/2020 às 09h02m

Recife é apontada como a cidade mais inteligente e conectada do Norte e Nordeste

A capital pernambucana manteve a liderança no Ranking Conected Smart Cities

1-panoramica-de-recife

Na 6ª edição do Ranking Connected Smart Cities, divulgada nesta quarta-feira (9), o Recife consolidou sua posição de liderança como cidade mais inteligente e conectada na Região Norte e Nordeste. A cidade ainda avançou 8 posições em relação ao último levantamento, saltando da 23ª para a 15ª em um total de 673 municípios analisados.

No ranking que avalia todos os municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes, o Recife despontou nas áreas de Empreendedorismo com a 8ª posição, Mobilidade e Acessibilidade, em 9º lugar, Tecnologia e Inovação em 11º e Saúde, com a  12ª posição em todo o país.

“Está na estratégia de futuro do Recife uma cadeia econômica que inclua as pessoas e sua capacidade de criar, inovar e se conectar. Costumo dizer que somos uma cidade sem petróleo, terras para agricultura ou grandes plantas industriais, mas temos na capacidade da nossa gente, nossa maior riqueza e o potencial é enorme ”, disse o prefeito do Recife, Geraldo Julio.

Este ano, as cidades consideradas as mais inteligentes e conectadas no ranking Connected Smart Cities foram São Paulo (SP), em primeiro lugar, Florianópolis (SC), em segundo, e Curitiba (PR), em terceiro. Fazendo o recorte nordestino da pesquisa, após o Recife temos Salvador (BA) e Fortaleza (CE), que aparecem em 27º e 29º, respectivamente. 

“O mais interessante deste ranking de cidades inteligentes e conectadas é que o processo considera a cidade inteligente como uma cidade sustentável. Uma cidade que pensa e que coloca as pessoas em primeiro lugar, e não apenas a tecnologia. Uma cidade inteligente não é uma cidade que usa intensivamente os recursos tecnológicos, mas que usa a tecnologia em favor das pessoas, pensando em oferecer melhores serviços e qualidade de vida para os cidadãos”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife, Guila Calheiros.

O estudo considera o “Conceito de Conectividade” sendo a relação existente entre os diversos setores analisados. O conceito de smart cities considerado entende que o desenvolvimento só é atingido quando os agentes de desenvolvimento da cidade compreendem o poder de conectividade entre todos os setores.

Exemplo disso é a consciência de que investimentos em saneamento estão atrelados não apenas aos ganhos ambientais, como aos ganhos em saúde, que irão a longo prazo reduzir os investimentos na área (atendimentos de saúde básica) e consequentemente impactarão em questões de governança e até mesmo economia.

O Ranking Connected Smart Cities é composto por 70 indicadores em 11 eixos temáticos: Mobilidade, urbanismo, Meio Ambiente, Tecnologia e Inovação, Empreendedorismo, Educação, Saúde, Segurança, Energia, Governança e Economia.

A edição 2020 do Ranking Connected Smart Cities coleta dados e informações de todos os municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes (segundo estimativa populacional do IBGE em 2019), totalizando 673 cidades, sendo: 48 com mais de 500 mil habitantes, 274 com 100 a 500 mil habitantes e 349 com 50 a 100 mil habitantes.

Para manter a transparência e a coerência das informações, os dados são coletados em fontes secundárias que agrupem o universo de cidades pesquisadas, mantendo a mesma origem e o mesmo período de coleta dos dados de todos os municípios do estudo. 

CBN

 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias