GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

08/10/2018 às 11h29m - Atualizado em 08/10/2018 às 20h01m

No Recife, jornalista é agredida e ameaçada de estupro

De acordo com vítima, dois homens a atacaram no momento em que saía do local de votação pelo fato de ser jornalista e a cortaram no queixo e no braço

polcia_civil_-_secretaria_de_defesa_social_de_pernambuco

No Recife, jornalista é agredida e ameaçada de estuproDe acordo com vítima, dois homens a atacaram no momento em que saía do local de votação pelo fato de ser jornalista e a cortaram no queixo e no braçopor Taciana Carvalho dom, 07/10/2018 - 20:06
Uma jornalista de 40 anos, que presta serviço ao portal NE10, do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, denunciou um crime do qual foi vítima neste domingo (7). De acordo com a profissional, dois homens a agrediram e a ameaçaram de estupro no momento em que saía do local de votação, no bairro de Campo Grande.

Segundo a vítima, um dos agressores vestia uma camisa do candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL). “Tinham um ferro, tipo um canivete. Viram meu crachá e disseram que eu era riquinha e de esquerda e também ameaçaram um estupro”, contou ao jornal.

Ainda de acordo com o relato, a jornalista foi cortada no braço e no queixo. Durante a violência, um carro teria passado e buzinado, o que teria assustado os homens. A vítima prestou queixa na Polícia Civil.

O delegado Rômulo Aires, titular da Delegacia do Espinheiro, explicou que as providências necessárias foram tomadas pela Polícia Civil. “Foi feito registro do Boletim de Ocorrência, ela foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) e a polícia foi ao local para tentar identificar os suspeitos”, detalhou. Os investigadores vão solicitar as imagens da câmeras de segurança do local que aconteceu a hostilidade.

Do Portal Leia Já

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias