GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

04/11/2014 às 09h11m - Atualizado em 06/11/2014 às 00h23m

Falta dágua é mais grave no Agreste do que no Sertão, segundo diretor da Compesa

Em Santa Cruz do Capibaribe, abastecimento é feito com carros pipa e com água levada de Caruaru.

Com a questão da falta d’água sendo abordada em todo o país, um dos diretores da Companhia Pernambucana de Água e Saneamento (Compesa) foi entrevistado por Geraldo Freire durante a “Super Manhã” desta segunda-feira (03).

Leonardo Selva, diretor do Agreste e Zona da Mata da Compesa, falou sobre as deficiências na distribuição de água pelo estado. De acordo com ele a situação no Agreste chega a ser pior do que no Sertão, já que entre os sertanejos existem várias adutoras que trazem água do Rio São Francisco.

Ele, contudo, garantiu a melhora no abastecimento de cidades como Pesqueira e Arcoverde. De acordo com Selva, há uma lentidão na construção de algumas obras devido a uma maior lentidão dos repasses por parte do Governo Federal: “O Governo Federal sabe que só podemos concluir essas obras com, no mínimo, 40 milhões de reais por mês”, afirmou.


Com informações da NE10

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias