GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

11/02/2021 às 22h02m - Atualizado em 12/02/2021 às 00h59m

Municípios cancelam festas de carnaval para conter a disseminação da Covid-19

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a não realização dos eventos representa menos R$ 8 bilhões injetados na economia.

papangus

Sem a imunização da população geral contra a Covid-19, diversos gestores municipais optaram pelo cancelamento do carnaval neste ano. O tradicional evento – seguido de feriado nacional – envolve diversos setores produtivos dos Municípios, como hotelaria, gastronomia e comércio de bebidas, papelaria e acessórios. Mas, para conter o avanço da disseminação do vírus, os dirigentes locais têm optado por não promover as festas.

Todos os anos, milhares de pessoas se envolvem direta ou indiretamente com a produção de fantasias e de alimentos, com a venda de bebidas e souvenirs e com o acolhimento de hóspedes em hotéis e pousadas. O cancelamento do festejo popular impacta a vida de aproximadamente 25 mil profissionais, uma vez que essa é a média de empregos temporários gerados.

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a não realização dos eventos representa menos R$ 8 bilhões injetados na economia e o encolhimento do turismo receptivo, nacional e internacional. A Associação Brasileira das Operadoras de Turismo indica redução de 75% no faturamento, só nos últimos meses.

Como opção, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) sugere a promoção de atividades alternativas para o turismo durante o feriado de carnaval, como a realização de transmissões ao vivo pela internet (lives). A dica da área de Turismo da entidade é despertar a curiosidade do público e incentivar futuras visitas, por meio da divulgação dos atrativos turísticos.

Junto com o setor de comunicação, os gestores municipais também podem apresentar a cultura local, a gastronomia, as curiosidades e toda a estrutura de ações nos canais oficiais da prefeitura nas redes sociais. Mesmo com a não realização de um dos eventos mais populares do Brasil, a Confederação acredita que é possível aumentar o fluxo de visitantes durante o feriado, e apresenta algumas dicas de como fazer isso.

Localidades que contam com atrativos naturais podem aproveitar o cancelamento das festas de carnaval para impulsionar o ecoturismo, o turismo de aventura e o turismo rural de forma responsável, ou seja, atendendo todas as exigências de segurança. A sugestão é a mesma do Ministério do Turismo, que incentiva o turismo nos parques florestais, as águas cristalinas formadas pelas nascentes e a poços naturais.

O protocolo para quem pretende viajar neste período é fazer o distanciamento social, usar de máscara em todos os ambientes públicos e/ou compartilhados, lavar as mãos com água e sabão ou utilizar álcool em gel 70% sempre que tocar qualquer superfície potencialmente contaminada e desinfetar com frequência objetos de uso pessoal. Evitar aglomerações e não viajar se estiver doente são orientações básicas, assim como escolher locais que cumpram as recomendações.

Da Agência CNM de Notícias

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias