GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

13/02/2020 às 07h04m - Atualizado em 13/02/2020 às 16h21m

Quebra-crânios', desafio que pode causar fratura da coluna ou até morte tem preocupado profissionais de saúde e Ministério Público; Vídeo com o pronunciamento do promotor

Em Timbaúba, Dr. João Elias da Silva Filho, promotor de Justiça responsável pela Vara da Infância e da Juventude, instaurou procedimento com o objetivo de coibir esta prática na rede de ensino.

quebre-cranios

Alguns vídeos de um novo desafio, chamado de ''quebra-crânios'', está circulando na internet e têm causado preocupações entre os médicos. A ''brincadeira'' acontece da seguinte forma: três pessoas ficam lado a lado e aquela que está no meio (desavisada) salta, enquanto os dois das pontas aplicam uma rasteira, causando a queda e a pessoa bate a cabeça no chão.

De acordo com o médico ortopedista, Rodrigo Castro, a pancada pode causar problemas sérios de saúde e até levar à morte. ''Isso não se trata de uma brincadeira, se trata de uma agressão física. O problema relacionado à queda é a dor muscular e a fratura'', comentou.

Risco de morte

Como o alvo do desafio não é avisado, a pessoa bate a cabeça no chão e o risco de alguma lesão é alta, segundo o ortopedista. Além do risco do morte, conforme acontece a pancada.

''Dependendo do grau que a cabeça se inclina na hora da queda, pode fletir (dobrar) e esse movimento pode causar a compressão da vértebra, levando a fratura da coluna, o que pode deixar uma pessoa paralítica, ou pode acontecer na hora de bater a cabeça. A parte óssea protege por fora, mas por dentro o cérebro está flutuando e se desloca, levando a ruptura de alguns vasos (sanguíneos), com o risco de morte''.

Em Timbaúba, Dr. João Elias da Silva Filho, promotor de Justiça responsável pela Vara da Infância e Juventude, instaurou procedimento com o objetivo de coibir esta prática na rede de ensino do município.

Confira o Vídeo o pronunciamento do promotor responsável pela Vara da Infância e Juventude da Comarca de Timbaúba.

Dr. João também emitiu recomendações a Secretaria de Educação de Timbaúba, a Gerência Regional de Ensino (GRE) Mata Norte, a direção de educandários particulares, para capacitar e orientar o mais breve possível o corpo discente e colaboradores sobre o risco e as consequências que tal “brincadeira” pode acarretar. 

A recomendação do MPPE também foi extensiva aos membros do Conselho Tutelar.

 

Leia na íntegra a recomendação do MPPE

recomendacao_quebra_cranio_1

 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias