GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

14/02/2019 às 09h54m - Atualizado em 14/02/2019 às 15h34m

Sargento PM morre em troca de tiros durante fuga na penitenciária de segurança máxima em Itamaracá

Entre fugitivos está mandante do assassinato do promotor de Itaíba. Ainda não se sabe total de fugas. Secretário fala em

sargento_morto

Um grupo de detentos fugiu, na noite de quarta-feira (13), da Penitenciária Professor Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá, no Grande Recife. Durante a fuga da unidade, que é de segurança máxima, os presos trocaram tiros com um policial militar, que foi atingido na cabeça e morreu, segundo a Polícia Civil. 

A fuga desta quinta foi planejada para "resgatar presos de alto poder aquisitivo", segundo o Secretário de Justiça de Pernambuco, Pedro Eurico. Entre os fugitivos, está José Maria Rosendo, condenado em 2016 como mandante do assassinato do promotor de Itaíba Thiago Farias. O crime aconteceu em 2013.

"Foi uma operação de presos que têm poder. Não apenas de José Maria Rosendo. Mas não tem nada a ver com facção, com organização criminosa", afirma Pedro Eurico. O secretário caracterizou a ação como "muito bem planejada".

Até o início da tarde desta quinta-feira (14), o governo não tinha informado o número do total de fugitivos nem quais detentos seriam o alvo do resgate. A Secretaria de Ressocialização realizou a contagem nominal durante a manhã para identificar quem escapou. Ainda não houve recapturas.

O delegado João Brito, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que esteve na Barreto Campelo, afirmou que o sargento da reserva remunerada da PM Rinaldo Azevedo Campelo, de 49 anos, fazia a guarda externa da prisão quando percebeu o plano de fuga, reagiu e foi baleado. Ele chegou a ser socorrido por um agente penitenciário, mas morreu ao dar entrada no hospital local.

Em nota, a Polícia Militar de Pernambuco lamentou a morte do sargento da reserva e informou que o sepultamento foi marcado para as 16h desta quinta, no Cemitério de Santo Amaro, no Recife.

Resgate planejado

A fuga dos detentos aconteceu, segundo Pedro Eurico, com o auxilio de uma escada improvisada. Houve ação de criminosos do lado externo, que realizaram diversos disparos contra os agentes da unidade.

"Os bandidos cercaram a unidade com armas de grosso calibre e atentaram contra os nossos agentes. Infelizmente, um sargento veio a falecer. O nosso pessoal reagiu, mas entre as guaritas 5 e 6, eles conseguiram acessar com uma escada improvisada e pularam para o matagal", explica o secretário.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias