GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

17/02/2021 às 20h06m - Atualizado em 17/02/2021 às 20h25m

Técnica de enfermagem do Samu Recife morre por complicações da Covid-19

Liliane Quitéria dos Santos tinha 48 anos e trabalhava há 17 no serviço. Ela teve o quadro neurológico agravado por causa do vírus

samu-recife-coronavirus

A técnica de enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Recife Liliane Quitéria dos Santos, de 48 anos, morreu por complicações da Covid-19.

Liliane estava internada há nove meses no Hospital Tricentenário, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. O quadro clínico dela começou com uma encefalite viral, uma infecção do sistema nervoso central que provoca a inflamação do cérebro. Em maio, a profissional foi diagnosticada com a Covid-19.

De acordo com o coordenador geral do Samu Recife, Leonardo Gomes, desde maio a técnica de enfermagem vinha tratando as sequelas do coronavírus.  

"Ela não morreu diretamente da Covid, mas das sequelas que a doença deixou nela. Teve um AVC, um derrame, problema de pneumonia, ficou usando traqueostomia. Foi falência de diversos órgãos", contou Leonardo.

"No começo da pandemia, imaginávamos que a doença só dava quadros respiratórios. A primeira suspeita dela não foi Covid e, de acordo com os exames que foram feitos, foi confirmada a doença", acrescentou o coordenador geral. Liliane trabalhava no Samu Recife desde julho de 2004. 

Ao longo da pandemia, cerca de 500 profissionais do Samu Recife foram diagnosticados com a Covid-19 - Liliane foi a primeira a morrer pelas complicações da doença. 

O total de infectados representa mais da metade do quadro de funcionários do serviço. No pico da pandemia, quando as equipes foram reforçadas, o Samu chegou a contar com 820 profissionais.

"O Samu está enlutado, estamos muito tristes com isso e solidários à familia dela", lamentou Leonardo. O velório e enterro de Liliane ocorreram na segunda-feira (15). O corpo foi sepultado no Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife. 

"É triste, para a gente, que estamos arriscando a nossa vida para salvar a vida do outro, enterrar o companheiro é um momento muito duro", completou o coordenador geral do Samu Recife.

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde do Recife (Sesau), lamentou a morte de Liliane. 

 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias