GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

01/04/2021 às 08h49m - Atualizado em 01/04/2021 às 09h22m

Covid-19 mata três membros da mesma família em apenas 23 dias na cidade de Macaparana

A doença levou da família a mãe de 67 anos e os dois filhos de 25 anos e 34 anos. Um terceiro filho, de 39 anos, está internado na UTI, em hospital na Região Metropolitana do Recife.

familia_covid_coronavirusDa esquerda para a direita: a mãe dona Áurea, os filhos Aleff e Ademilson (óbitos), e Adeílton internado em UTI — Fotos: Arquivo Pessoal da família.

Uma família na cidade de Macaparana, na Zona da Mata Norte do Estado, está passando por um momento de angústia devido a pandemia da Covid-19. A doença já matou três pessoas desta mesma família em apenas 23 dias. A mãe, de 67 anos, e os dois filhos, de 25 e 34, faleceram; um terceiro filho, de 39 anos, está internado na UTI, em Olinda. As informações são da Folha de Pernambuco.

Adriana Cleusa, esposa de Adeilton Ferreira, que está internado em Olinda, contou à Folha de Pernambuco a cronologia dessa tragédia. “Allef Ferreira, que é o filho mais novo de Maria Áurea, contraiu a doença e ficou em casa, isolado no quarto. Morava com a esposa e com a filha deles, de 1 ano e 8 meses. Ele ficou tossindo bastante, com falta de ar. Foi ao hospital o médico disse que era ansiedade. Depois, já em casa, ele passou mal, com falta de ar e quando foi ser socorrido já era tarde demais”, explica. 

Após saber que o irmão faleceu, Ademilson Ferreira, de 34 anos, que morava em Recife viajou a Macaparana. Lá contraiu a doença. "Ele foi diagnosticado com Covid e ficou isolado em minha casa", disse Adriana. No dia 20 de março, Ademilson acordou de madrugada gritando, com falta de ar. Foi socorrido em Macaparana pelo marido de Adriana (Adeilton Ferreira). Chegou ao hospital com 28% de saturação, mas no mesmo dia ele faleceu. 

Nesse meio tempo, já não bastasse a dor da perda de dois membros da família à Covid-19, a mãe de Allef, Ademilson e Adeilton; Maria Áurea, de 67 anos, também adoeceu por conta do coronavírus. “Minha sogra [Maria Áurea] também contraiu o vírus. Ela foi logo internada e transferida para Recife, para o Hospital de Areias. Ficou entubada por 16 dias e infelizmente ontem [terça-feira (30)] veio a óbito”, disse Adriana. 

Agora, a luta é para salvar o único dos filhos de Maria Áurea que permanece vivo. Adeilton Ferreira, de 39 anos, contraiu o vírus e ficou entubado. Já no dia seguinte foi transferido em uma UTI Móvel para um hospital de campanha, em Olinda. “No momento ele segue entubado e aos poucos os médicos estão tirando a sedação. Ele já está começando a responder e estão fazendo drenagem no pulmão dele para limpar a infecção. Além disso, ele também precisa fazer hemodiálise, porque o rim parou”, detalhou Adriana. 

Desde o dia em que Adeilton foi internado que a sua esposa não tem contato com ele e o coração segue apertado, mas com esperança por dias melhores após todas essas perdas. “É muito ruim essa situação, porque você não sabe o que está acontecendo. Só sabe por boletim. A gente não sabe se vai chegar uma notícia boa ou ruim. É muito angustiante, pois fiquei responsável por enterro e toda a carga em cima de mim. Agora é esperar, um dia após o outro”, diz. 

Macaparana
De acordo com o Prefeito da cidade, Paquinha, o sentimento pela perda da família é de muita preocupação. "O município tem tomado todas as medidas, mas infelizmente o vírus é muito traiçoeiro", diz. 

Macaparana tem 25 mil habitantes e cerca de 10% dos habitantes já tomaram pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19, de acordo com o próprio prefeito do município. 

 
 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias