GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

11/05/2020 às 07h55m

Pernambuco inicia 3ª fase da campanha de vacinação contra a gripe

Devem ser imunizadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas nessa etapa. Veja locais no Grande Recife.

vacina_contra_a_gripe

A terceira etapa da campanha de vacinação contra a influenza começa, nesta segunda-feira (11), em todo o estado. A etapa foi dividida em duas e, nesta primeira, os postos de saúde recebem crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas até 45 dias após o parto.

A vacina protege contra as influenzas A (H1N1), A (H3N2) e B , mas não contra o novo coronavírus. A Secretaria Estadual de Saúde apontou que, em todas as fases, a expectativa era vacinar cerca de 3,5 milhões de pessoas, sendo que 1.577.699 já foram protegidas. Outras 1.282.800 ainda devem ser imunizadas. (Confira locais de vacinação no Recife e em Igarassu no fim da matéria.)

Ao se dirigir a um posto de saúde, é preciso levar a caderneta de vacinação para que a dose contra a influenza seja realizada. Em caso de vacinas em atraso, os profissionais de saúde devem fazê-las.

Quem está incluso em outros grupos prioritários e ainda não foi vacinado também pode procurar os postos de saúde. Podem ser imunizados contra a influenza: idosos (60 anos ou mais), profissionais de saúde, povos indígenas, pessoas com comorbidades, privados de liberdade e funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo e trabalhadores portuários; e força de segurança e salvamento.

Além disso, é preciso apresentar documentação que comprove a inclusão nos grupos prioritários. Pessoas com comorbidades ou condições clínicas especiais, por exemplo, devem apresentar prescrição médica. Puérperas devem apresentar comprovação do parto, como certidão de nascimento.

Portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo devem apresentar documento comprobatório, como carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio dos sindicatos de transportes ou carteira de habilitação (categorias C ou E). Força de segurança e professores também devem mostrar documentação e contracheque.

No caso de pessoa com deficiência, o Ministério da Saúde (MS) sugere apresentar laudos ou declarações médicas, comprovação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou documento de aposentadoria.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias