GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762

04/06/2021 às 23h25m - Atualizado em 04/06/2021 às 23h53m

Presidente da CBF, Rogério Caboclo é acusado por funcionária de assédio sexual e moral

Funcionária formalizou denúncia contra o Rogério Caboclo no Comitê de Ética da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

cbf-rogerio_caboclo

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, foi acusado de assédio moral e sexual por uma funcionária da entidade, que faz parte do time de cerimonialistas. A denúncia foi protocolada na Comissão de Ética do órgão e a Diretoria de Governança e Conformidade. De acordo com as informações divulgadas pela profissional, os episódios aconteceram em reuniões com o mandatário e na presença de diretores da confederação

Um dos casos citados pela funcionária envolve o questionamento de Caboclo se ela se "masturbava", seguido de comportamentos abusivos, além de indicar que o presidente tentou forçá-la a comer um biscoito de cachorro, chamando-a de "cadela". Afirmando ter provas documentais de todos os abusos, ela pede o afastamento do dirigente da CBF.

Segundo a funcionária, durante todo o período em que os abusos ocorreram, o presidente estava sob efeito de álcool. O documento, que reúne todas as denúncias, foi enviado por email ao presidente da Comissão de Ética e ao diretor André Megale, responsável pela Governança e Conformidade. A profissional, após formalizar a queixa, pediu afastamento das atividades por motivos de saúde.

 

 
 
 
 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias