GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

29/06/2020 às 07h01m - Atualizado em 29/06/2020 às 10h50m

Dois homens morrem e adolescente fica ferida em troca de tiros entre policiais e suspeitos de tráfico em Ipojuca, PE

Segundo a PM, adolescente de 17 anos e jovem de 18 anos morreram no Hospital Carozita Brito, mas direção da unidade de saúde disse que eles chegaram sem vida ao local.

pistola_1

Uma troca de tiros entre policiais militares e suspeitos de tráfico de drogas deixou dois mortos no bairro de Nossa Senhora do Ó, em Ipojuca, no Grande Recife. Na Rua do Cemitério, morreram baleados um adolescente de 17 anos e um jovem de 18 anos. Além deles, uma adolescente de 16 anos foi ferida por um tiro no braço durante o tiroteio.

Por meio de nota, a Polícia Militar (PM) informou que policiais do 18° Batalhão foram até o local para averiguar uma denúncia de tráfico de drogas e foram recebidos a tiros pelos suspeitos. A adolescente baleada foi socorrida pelos policiais militares, que pediram, por rádio, apoio ao Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Ao chegarem na área onde ocorreu o tiroteio, policiais do Bope encontraram os suspeitos escondidos perto de uma escola e houve uma nova troca de tiros. No local, foram apreendidos uma pistola calibre .380 com cinco munições e um revólver calibre 38 com duas munições.

Após serem baleados, o adolescente de 17 anos e o jovem de 18 anos foram levados pelos policiais para o Hospital Carozita Brito, em Nossa Senhora do Ó. De acordo com PM, eles faleceram após chegar à unidade de saúde.

A direção do Hospital Carozita Brito, no entanto, afirmou que os dois já chegaram sem vida à unidade de saúde e que a adolescente baleada no braço foi atendida no local. A equipe médica informou que ela recebeu alta.

Em nota, a Polícia Civil disse que instaurou um inquérito para investigar as mortes, que foram registradas como “homicídios decorrentes de intervenção policial”. As investigações foram iniciadas pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias