GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

27/07/2017 às 10h23m - Atualizado em 27/07/2017 às 18h12m

Policial Militar mandou matar personal após descobrir relacionamento dela com sua esposa, diz polícia

Investigações da Polícia Civil apontam que Gabriela teria uma relação com a esposa do cabo da PM suspeito de ser o mandante do crime

personal_assassinada

A personal trainer Gabriela Conceição Santiago, 24 anos, foi morta por um suposto envolvimento amoroso com a esposa de um Policial Militar, segundo apontam as investigações feitas pela Polícia Civil, apresentadas na manhã desta quarta-feira (26). O crime aconteceu em fevereiro deste ano, no bairro do Janga, na cidade de Paulista, Região Metropolitana do Recife.

"Esse crime tem uma motivação passional. As investigações apontam que Gabriela foi morta pois manteve um relacionamento amoroso com a mulher de um policial militar. O crime foi planejado e muito bem planejado, ele teve tempo para planejar esse crime, não foi no calor do momento. As informações que nós temos apontam que elas se relacionavam há 3 meses, e temos provas que o sentimento das duas era forte", disse a delegada Thaís Galba, a frente das investigações.

As investigações ainda apontam que o PM, suspeito de ser o mandante do homicídio, contratou um homem com envolvimento no tráfico de drogas para praticar o assassinato. No dia do crime, o PM passou em frente a academia onde Gabriela dava aula e disse ao segurança do local que mataria a jovem se ela saísse de lá. Três suspeitos foram presos na última terça-feira (25).

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias