Black Friday Ubannet

21/08/2019 às 15h48m - Atualizado em 22/08/2019 às 09h02m

Castigo: Sogro obriga nora a passar uma hora no sol, de joelhos, após falar palavrão em João Pessoa

O suspeito declara-se evangélico e o castigo seria uma maneira da jovem se redimir dos pecados.

castigo_brutal

Um homem foi detido no final da manhã desta quarta-feira (21) suspeito de castigar a nora ajoelhando a ‘moça para orar’. O caso foi registrado no bairro do Róger, região central de João Pessoa. Uma denúncia foi registrada na Delegacia da Mulher, da capital.

A vítima, de 23 anos, teria sido colocada no sol e obrigada a ajoelhar após um desentendimento dentro da residência em que mora. Ela é companheira de um dos três filhos do homem, que declara-se evangélico.

À imprensa, o suspeito negou as acusações “não foi eu que disse. Foi o meu filho que mandou. Ele concorda com esse castigo aplicado”, declarou.

Questionado se criou os filhos com o castigo aplicado à nora, ele negou. “Meus filhos não foram criados assim. Foram criados na conversa... Já recebi esse tipo de castigo quando eu estudava na escola”, completou.

A vítima prestou depoimento no local. À imprensa ela declarou que “a gente estava em casa. Por volta das 9h meu esposo pediu que eu colocasse comida. Houve um atrito. Nesse momento, meu sogro pediu pra eu ir orar. Quando terminei, ele disse que eu não tinha orado. Reclamei, falei que o tempo da escravidão já tinha acabado. Ele me mandou ir pra fora da casa, no sol quente e ajoelhar”, completou.

Do Portal T5

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias