GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

13/12/2014 às 14h48m - Atualizado em 13/12/2014 às 15h01m

Professor de Itambé é eleito o melhor do Brasil no ensino médio

O pernambucano Jayse Antônio Ferreira, da cidade de Itambé, foi um dos vencedores do 8º Prêmio Professores do Brasil. O prêmio teve 6.808 concorrentes de todo o País,

Jayse (segundo, sentado, da direita para esquerda) recebeu prêmio em São Paulo. / TV Escola

Jayse (segundo, sentado, da direita para esquerda) recebeu prêmio em São Paulo.

O pernambucano Jayse Antônio Ferreira, 34 anos, foi escolhido como o melhor docente do Brasil na categoria ensino médio no 8º Prêmio Professores do Brasil. O anúncio ocorreu na noite de quinta-feira, numa cerimônia realizada no Sesc Vila Mariana, em São Paulo, com a participação do ministro da Educação, Henrique Paim, e do prefeito da capital paulista, Fernando Haddad.

Jayse ganhou o prêmio com o projeto “Eu Sou uma Obra de Arte: Etnias do Mundo”, desenvolvido este ano na Escola de Referência em Ensino Médio Frei Orlando, que fica em Itambé, a 76 quilômetros do Recife. “Estou muito feliz pelo reconhecimento do trabalho, que só foi possível porque contei com o apoio dos alunos, dos meus colegas professores, da direção da escola, dos pais e dos comerciantes de Itambé”, destacou Jayse, que chegou na tarde desta sexta-feira ao Recife. Na festa de premiação ele estava acompanhado da gestora do colégio, Meirilane Rufino.

O prêmio teve 6.808 concorrentes de todo o País. Foram premiados 39 professores em oito categorias (cada categoria teve cinco finalistas). Cada um recebeu R$ 6 mil. “Além de estar entre os cinco premiados no ensino médio, fui escolhido com o melhor projeto entre esses cinco”, comemorou Jayse. Pelo prêmio extra ele ganhará mais R$ 5 mil.

Veja a lista dos premiados:

Educação infantil – O vencedor foi Maurício Barbosa de Lima, da Creche Municipal Pequeno Príncipe, de Cabedelo (PB), com a experiência Jogos corporais na educação infantil: preenchendo o espaço com movimentos criativos.

Anos iniciais do ensino fundamental – Lúcia Helena Holanda Silveira, da Escola de Ensino Fundamental Dulcinéia Gomes Diniz, de Itaiçaba (SE), com o Projeto Bom de Letra.

Anos finais do ensino fundamental – Gina Vieira Ponte de Albuquerque, do Centro de Ensino Fundamental 12 de Ceilândia (DF), com o Projeto Mulheres inspiradoras.

Ensino médio – Jayse Antonio da Silva Ferreira, da Escola Estadual de Referência em Ensino Médio Frei Orlando, de Itambé (PE), com a experiência Eu sou uma obra de arte: etnias do mundo.

Ciências para os anos iniciais do ensino fundamental – Josemar Aparecida Santos da Rosa, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Genuíno Sampaio, de Campo Bom (RS), com Toldo bloqueador do sol/conforto térmico e sustentabilidade.

Alfabetização nos anos iniciais do ensino fundamental – Rosângela de Fátima Torres Giampietro, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Anaclato Campanella, de São Caetano do Sul (SP), com o projeto 2013 – ano internacional para a cooperação pela água: consumismo = desperdício. Por que desperdiçar se podemos economizar?

Educação integral e integrada – Felipe Rodrigues Pius, da Escola estadual doutor Celso Gama, de Santo André (SP), com o projeto Revista Diário da Sexualidade.

Educação digital articulada ao desenvolvimento do currículo – Maria de Nazaré Sousa Freires, da Escola de Ensino Fundamental José Juca, de Quixadá (CE), com Plugando na informação, construindo conhecimento.


As informações são do JC Online

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias