GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

13/12/2019 às 13h37m - Atualizado em 13/12/2019 às 13h52m

Timbaúba: Procissão e missa serão realizadas em homenagem a Santa Luzia no Bairro Coronel Maranhão nesta sexta (13)

A Festa de Santa Luzia será encerrada com a apresentação de Mestre Gabriel e Ciranda Rosa Amarela. O evento terá a organização do vereador Zito Andrade e apoio da Prefeitura de Timbaúba.

procissao_e_missa_de_santa_luzia

Será realizado nesta sexta-feira (13), a Festa de Santa Luzia na Capela de Santa Luzia, no Bairro Coronel Maranhão (Rua da Ponte), em Timbaúba, na Mata Norte de Pernambuco.

E para homenagear a padroeira dos olhos, a partir das 18 horas, acontecerá uma procissão pelas principais ruas do bairro com destino a Capela de Santa Luzia.

Às 19 horas terá início a missa. E logo em seguida, a apresentação de Mestre Gabriel e Ciranda Rosa Amarela.

ciranda_mestre_anderson

O evento tem a organização do vereador Zito Andrade e apoio da Prefeitura de Timbaúba.

Conheça Santa Luzia

Neste dia 13 de dezembro, a Igreja celebra a festa da Santa Luzia, padroeira dos olhos, porque, segundo uma antiga tradição, teriam arrancado os olhos dela por proclamar firmemente a fé, mas, ela recuperou a visão.

Segundo “as atas” de Santa Luzia, ela nasceu na Siracusa, Sicília (Itália), em uma família nobre e foi educada na fé, tanto que fez votos de virgindade, em segredo. Seu pai morreu durante sua infância e sua mãe Eutiquia a incentivada a contrair matrimônio com um jovem pagão.

Estando sua mãe enferma, Luzia propôs que fossem em romaria ao túmulo de Santa Águeda, em Catânia, e que se Eutiquia ficasse curada, isto seria a confirmação de que não deveria se casar. Deus ouviu suas orações e, milagrosamente, sua mãe se curou. Ela, então, revelou que desejava se consagrar a Deus e repartir sua fortuna entre os pobres. Eutiquia lhe deu a permissão.

O pretendente de Luzia se incomodou e delatou a santa como cristã. O juiz insistiu para que desistisse, mas Santa Luzia lhe respondeu: “É inútil que insista. Jamais poderá me apartar do amor a meu Senhor Jesus Cristo”.

O juiz a ameaçou a prostituí-la e ela lhe disse: “O corpo fica poluído somente se a alma consente”. Esta frase era muito admirada por Santo Tomás de Aquino porque corresponde ao princípio moral de que não há pecado se não se consente o mal.

Pela graça de Deus, os guardas não puderam mover Santa Luzia do local onde estava e a sentença não pôde se cumprir. Então, tentaram queimá-la na fogueira e também fracassaram. Por último, decapitaram-na e, mesmo assim, Santa Luzia seguiu exortando os fiéis para que permaneçam firmes.

Na Idade Média, era invocada contra as enfermidades dos olhos, talvez porque seu nome significa “luz”. Isto originou várias lendas como a de que o tirano mandou que os guardas lhe tirassem os olhos e ela recuperou a vista.

Em 1894, descobriram uma inscrição sepulcral nas catacumbas da Siracusa com o nome de Santa Luzia, a mártir que, com certeza, viveu no século IV.

Neste dia dedicado à Santa Luzia, trazemos a oração à protetora dos olhos:

Ó Santa Luzia, preferistes que vossos olhos fossem vazados e arrancados ao ter que negar a fé e conspurcar vossa alma; e Deus com um milagre extraordinário, vos devolveu outros dois olhos sãos e perfeitos para recompensar vossa virtude e vossa fé, e vos constituiu protetora contra as doenças dos olhos, eu recorro a vós que protejais minhas vistas e cureis a doença de meus olhos.

Ó Santa Luzia, conservai a luz de meus olhos, de minha alma, a fé pela qual posso conhecer o meu Deus, compreender seus ensinamentos, reconhecer o seu amor para comigo e nunca errar o caminho que me conduzirá, onde vós Santa Luzia, vos encontrais em companhia de Anjos e Santos.

Santa Luzia, protegei meus olhos e conservai minha fé. Amém!

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias