GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

28/04/2020 às 14h46m - Atualizado em 28/04/2020 às 18h48m

Funcionários se ajoelham para pedir reabertura do comércio em Campina Grande

Protesto de empresários reuniu cerca de 150 pessoas, entre funcionários e lojistas, que não respeitavam o distanciamento mínimo.

comercio_fechado

Um protesto de lojistas reuniu cerca de 150 pessoas, no centro de Campina Grande, na Paraíba. Pedindo a reabertura do comércio, funcionários e empresários não respeitaram o distanciamento mínimo, furaram o isolamento social carregando cartazes e se ajoelharam em frente às lojas fechadas, na última segunda-feira (27).

Ao som do hino nacional. trabalhadores fardados e com máscaras de proteção rezavam e pediam pela flexibilização da quarentena. O comércio da cidade deve permanecer fechado até o dia 3 de maio, podendo ser prorrogado dependendo do avanço nos casos de Covid-19. De acordo com a Revista Fórum, o Sindicato dos Comerciários da região divulgou uma nota dizendo que não compactua com a manifestação e denunciou que muitos dos trabalhadores foram coagidos a participar do protesto.

Segundo o decreto estadual da Paraíba, as cidades com casos de coronavírus confirmados devem continuar com isolamento social. Atualmente, há 543 casos de coronavírus confirmados em todo o estado que já totaliza 50 óbitos em causa da doença. A Prefeitura de Campina Grande pretendia reabrir o comércio de forma gradual a partir de 20 de abril, mas, uma recomendação feita pelo Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público da Paraíba (MPPB), fez com que a decisão pelo isolamento fosse mantida.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias