GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

22/05/2020 às 11h12m - Atualizado em 22/05/2020 às 12h02m

Mulher dá à luz em carro de agentes de trânsito ao sair de casa para tirar identidade e receber auxílio de R$ 600

Mãe entrou em trabalho de parto em ponto de ônibus e Enzo Gabriel nasceu num carro da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife,

parto-guarda_municipal

Uma mulher deu à luz um menino dentro de uma viatura da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU). Evânia Gomes de Almeida, de 28 anos, entrou em trabalho de parto depois de ir ao Centro da capital pernambucana para tirar uma carteira de identidade e, assim, receber o auxílio emergencial de R$ 600.

Ao G1 Pernambuco, a CTTU, informou que a mulher entrou em trabalho de parto numa parada de ônibus na Avenida Cruz Cabugá, no bairro de Santo Amaro. Segundo a autarquia, a mulher estava em frente ao colégio Ginásio Pernambucano e, às 12h55, dois agentes chegaram ao local.

Eles viram que a mulher estava em avançado estágio do trabalho de parto e, por causa disso, decidiram não esperar pelo atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Eles iam ao Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), no bairro da Encruzilhada, na Zona Norte do Recife, mas o bebê nasceu no momento em que a mãe subiu na viatura.

Segundo o coordenador de trânsito Raí Eduardo Pereira, de 26 anos, ele e o parceiro de trabalho estavam chegando à central da CTTU para almoçar, quando souberam que a mulher estava em trabalho de parto. Para ele, que tem dois filhos, a sensação foi inesquecível.

"Foi uma surpresa e tanto, mas, graças a Deus, deu tudo certo. Quando chegamos, ela estava em estado muito avançado do parto, com o bebê quase saindo. Amparamos e colocamos ela na viatura. Enzo Gabriel, o bebê, logo nasceu. A gente pegou ele, uma mulher que estava no local ajudou muito, ficou com ele na mão até a mãe se ajeitar. Entregamos o bebezinho a ela e fomos para a maternidade", disse o profissional.

De acordo com o Cisam, o bebê chegou ao hospital nos braços da mãe, ainda ligado a ela pelo cordão umbilical. O bebê nasceu quando a mulher estava com 34 semanas de gravidez, com 1,8 quilo. Duas pediatras fizeram o atendimento imediato do bebê e disseram que ele respondeu bem aos tratamentos.

Por ser prematuro, ele foi levado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde tomou uma medicação para fortalecer os pulmões e reduzir o desconforto respiratório. O bebê não tem previsão de alta, mas o quadro de saúde dele é considerado estável. A mãe passa bem e está internada na unidade de saúde.

 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias