GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

08/07/2014 às 10h41m

Eduardo Campos dispara contra Dilma e opositores em Pernambuco

O presidenciável afirmou que virá a Pernambuco nessas eleições quantas vezes for preciso

Presente no evento que reuniu a militância da Frente Popular nesta segunda-feira (7), no Recife Antigo, o candidato a presidente do Brasil e ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) convocou a militância a ir às ruas. “O tempo de reclamar acabou. Agora é tempo de ganhar a eleição. O que fizemos foi nossa obrigação, não tenham dúvidas de que quem elege governador é o povo”, discursou o presidenciável.

Eduardo Campos também mandou um recado para os políticos locais que estão abandonando o barco e mudando para a candidatura de Armando Monteiro Neto (PTB). Para completar o raciocínio, relembrou as eleições municipais do Recife que elegeu Geraldo Julio (PSB) em 2012. “Quando Geraldo estava com 5% muita gente abandonou o barco. Mas, quando chegamos em setembro, com ele na liderança, uma fila de gente bateu a nossa porta. Quero avisar que quem se comprometeu agora será reconhecido. Quem lambeu a barra de sal vai comer cocada com água gelada”, disparou Eduardo.

Sobre as eleições estaduais em Pernambuco, Eduardo disse não ter dúvidas da vitória de Paulo Câmara. “Enquanto muitos querem discutir o passado, nós estamos olhando o futuro. E você, Paulo, é o nome mais preparado para assumir esses desafios”, alfinetou Eduardo Campos

O discurso de Eduardo também atingiu a presidente Dilma Rousseff (PT). O socialista sugeriu que a petista saisse de trás do marqueteiro e fosse visitar o Brasil. “Vamos acabar com essa política conservadora, atrasada e patrimonialista. Vamos colocar as raposas na oposição e uma parte na cadeia”, prometeu Eduardo.

As informações são da Folha de Pernambuco
Foto: Bruno Campos/Folha de Pernambuco

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias