GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

17/07/2014 às 09h40m - Atualizado em 17/07/2014 às 09h48m

Sport vence Botafogo com golaço de Neto Baiano

Golaço. Porém, mais do que bonito, o gol foi também decisivo

Eram 43 minutos do primeiro tempo quando Neto Baiano recebeu a bola pouco depois do meio-campo. É impossível saber com exatidão, mas o torcedor do Sport deve ter esboçado uma reação negativa. Mas, se fez realmente isso, estava errado. O atacante arriscou dali mesmo e surpreendeu o adiantado goleiro Andrey. Golaço. Mas, mais do que bonito, o gol foi também decisivo. Determinou a vitória do Leão sobre o Botafogo-RJ, por 1 x 0, na Ilha do Retiro, pela décima rodada da Série A e mostrou que o time continua forte após 42 dias longe dos gramados.

Com a vitória, o Rubro-Negro chegou ao quinto triunfo e foi a 17 pontos no torneio. Na próxima rodada, sai para enfrentar o Goiás, lá no Serra Dourada.

O JOGO – Como o placar mostra, a partida foi bem disputada. O Botafogo até começou o primeiro tempo tentando impor uma pressão. Sobretudo pelo lado direito, com com o lateral Lucas e o meia Yuri Mamute. A defesa leonina sofreu com os dois durante cerca de 15 minutos, mas depois encaixou.

A primeira chance foi do Leão. O meia Zé Mário, em atuação fraca, ficou de frente para Andrey, mas perdeu boa oportunidade. O Fogão só foi responder aos 26. É que o jogo, apesar de movimentado, não foi repleto de chances. Emerson Sheik, mais perigoso dos cariocas, ganhou pela esquerda e cruzou. O paraguaio Zeballos dominou e chutou sozinho, mas errou a mira.

Dez minutos depois, Felipe Azevedo fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área, mas – como quase sempre- falhou na finalização. Andrey ficou com ela. Aos 43, contudo, o goleiro carioca falhou. E Neto Baiao brilhou. Quase do meio-campo, marcou um dos mais bonitos gols da temporada: 1 x 0 para o Leão. Festa nas arquibancadas e dentro de campo.

Na volta para o intervalo, o jogo piorou. O que foi bom para o Sport: como tinha a vantagem no placar, não precisava se expor tanto e podia fazer o que mais sabe: marcar forte e tentar um bote fatal. Não conseguiu fazer o segundo, mas também foi pouco ameaçado de tomar o primeiro do adversário.

Não foi falta de tentativa do técnico Vagner Mancini. O comandante do Botafogo colocou os meias Carlos Alberto e Jorge Wagner em campo, mas nem assim conseguiu tirar o time da inércia. A única chance realmente perigosa só aos 43. Mas Carlos Alberto cabeceou para fora.

O Sport teve chances de ampliar. Aos 40, desperdiçou oportunidade claríssima. Ananias recebeu no lado direito da área e viu Danilo chegando sozinho (ambos entraram no segundo tempo). Se acertasse o passe, encontraria o companheiro livre para marcar. Mas errou. Três minutos mais tarde, Leonardo, que substituiu Neto Baiano, lesionado, também deixou passar uma bola fácil. Não fizeram falta: a vitória foi do Leão.

Ficha

Sport 1

Magrão; Patric, Durval, Páscoa e Renê; Rithely, Zé Mário e Wendell; Felipe Azevedo (Ananias), Érico Jr (Danilo) e Neto Baiano (Leonardo). Técnico: Eduardo Baptista

Botafogo 0

Andrey; Lucas, Bolívar, Dória e Júnior César; Gabriel, Bollati (Jorge Wagner), Zeballos (Carlos Alberto) e Yuri Mamute; Wallyson e Emerson Sheik. Técnico: Vagner Mancini

Local:Ilha do Retiro
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (Alagoas).
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Carlos Jorge Titara da Rocha (ambos de Alagoas).
Gol: Neto Baiano (aos 43 do 1T) para o Sport
Cartões amarelos: Lucas e Gabriel (Botafogo)
Público: 19.530
Renda: R$ 359.200,00

Com informações do Blog de Primeira

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias