GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

24/07/2017 às 19h19m - Atualizado em 25/07/2017 às 07h22m

Caminhão carregado de gasolina e diesel capota, deixa um morto e outro ferido na BR-135 no Sul do Piauí

A BR-135 foi interditada após caminhão capotar na noite de sábado (22).

Um caminhão carregado de gasolina e diesel saiu da pista e capotou, causando vazamento de combustível na BR-135, no município de Eliseu Martins, na região Sul do Piauí. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu na noite de sábado (22) e resultou na morte de uma pessoa e deixou outra gravemente ferida. Por conta do vazamento, a estrada foi interditada. A BR-135 é conhecida como ‘rodovia da morte’ por conta dos vários acidentes registrados.

A assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal contou ainda que o trânsito foi desviado por uma estrada vicinal de Eliseu Martins para Colônia do Gurguéia e a Polícia Militar realiza o mesmo trabalho em Colônia do Gurguéia no sentido contrário.
A pista foi interditada logo após o acidente durante algumas horas, mas o tráfego foi liberado em um dos lados das vias, no entanto, a estrada voltou a ser fechada durante a madrugada deste domingo e permanece fechada.

Conforme a PRF, até o momento não há previsão para liberação do trecho, já que uma empresa de Fortaleza está se deslocando para o local com objetivo de realizar o destombamento do veículo. Segundo a PRF, esta equipe deve chegar na noite de domingo e deve trabalhar no caminhão somente nesta segunda-feira (24).

José Renato Araújo da Secretaria de Meio Ambiente informou que a via deve ser interditada até a resolução completa da situação, pois existe risco de incêndio. Os técnicos da Semar e homens do Corpo de Bombeiros realizam resfriamento do local para minimizar o risco de incêndio.

Sobre a quantidade de combustível que veículo carregava, a assessoria da Polícia Rodoviária Federal afirmou que há uma estimativa de que houvesse 15 mil litros de gasolina e 15 de diesel, mas esta quantidade só poderá ser confirmada quando os policiais tiverem acesso à nota fiscal.

Rodovia da morte

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), de janeiro a junho deste ano foram registrados 45 acidentes, que resultou em 35 mortes. Diante disso, a rodovia ficou conhecida como estrada da morte. A última ocorrência com vítimas ocorreu em junho quando um ônibus de turismo capotou e deixou nove mortos e 18 feridos.

Em estudo recente, a PRF comprovou que as péssimas condições de segurança da rodovia são alguns dos agravantes para o número elevado de acidentes na região. Em alguns pontos, o desnível entre a pista e o acostamento chega a 30 centímetros, além de 18 km sem vias duplicadas, falta acostamento e largura da pista fora do padrão de rodovia federal.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias