GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

26/10/2019 às 14h52m - Atualizado em 26/10/2019 às 15h41m

Ex-judoca olímpico é morto após discussão com colega da PM em São Paulo

Mario Sabino participou dos Jogos de 2000 e 2004. Ele foi encontrado morto dentro de uma viatura junto com o amigo policial

sao_paulo-ex-judoca_olimpico_assassinado

O ex-judoca olímpico Mario Sabino Júnior morreu na noite de sexta-feira (25) na cidade de Bauru, em São Paulo,  depois de uma discussão com um amigo militar. Sabino era cabo da Polícia Militar.

De acordo com a Polícia Civil, o ex-judoca, teria sido morto a tiros pelo sargento Agnaldo Rodrigues (do Centro de Operações da Polícia Militar, Copom), que se suicidou depois de ter atirado em Sabino. Ainda segundo a polícia, os corpos dos dois foram achados dentro de uma viatura da polícia Militar. 

Medalha de ouro

Natural de Bauru, Sabino tinha 47 anos e disputou as Olimpíadas de 2000 (Sydney, Austrália) e 2004 (Atenas, Grécia) na categoria meio-pesado. Foi medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2003 (Santo Domingo, na República Dominicana) e bronze do Mundial de Osaka (Japão) no mesmo ano. No currículo, também conquistou o bicampeonato pan-americano de masters.

O apresentador Flavio Canto (bronze em Atenas na categoria até 81kg) postou em suas redes sociais uma mensagem em homenagem a Sabino. "Sem palavras ainda. Nosso amigo de tantas lutas partir desse jeito". Ambos estiveram juntos nas equipes que disputaram os Jogos de 2000 e 2004

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias