GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

11/11/2017 às 12h26m - Atualizado em 11/11/2017 às 17h54m

Homem é suspeito de estuprar criança dentro de piscina em condomínio no Amazonas

Homem também é suspeito de estuprar de outras duas crianças, de 9 e 13 anos.

estupro_3

Um homem que trabalhava limpando piscinas foi preso suspeito de estuprar uma criança de 10 anos dentro de um condomínio de luxo no bairro Dom Pedro, na Zona Centro-oeste de Manaus. Segundo nformações do G1, o crime foi registrado em um vídeo e entregue à polícia por um denunciante anônimo. Ele também é suspeito de estuprar de outras duas crianças, de 9 e 13 anos.

O suspeito, identificado pela polícia como Jacson Barros de Souza, de 38 anos, foi apresentado em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (10), no prédio da Delegacia Geral. Ele não quis comentar as acusações.

Segundo a delegada Juliana Tuma, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o homem também teria abusado de duas crianças.

"Ele captava essas crianças e adolescentes para participar de uma ação na igreja católica, conquistando a confiança da mãe, da família, dava presentes caros e dizia às mães que essas crianças seriam coroinhas na igreja", informou a delegada ao G1.

A delegada informou ainda que podem existir outras vítimas. Os pais ou responsáveis delas podem procurar a Depca.

Prisão

O suspeito foi preso na manhã de terça-feira (9), na casa onde ele morava, no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste da capital.

Em 2014, ele havia trabalhado no condomínio de luxo como auxiliar de serviços gerais e em maio deste ano Jacson foi contratado por um proprietário de uma das coberturas do prédio para fazer a limpeza da piscina do imóvel.

Com o suspeito, a polícia apreendeu uma filmadora e vários materiais de mídias que serão encaminhados para a perícia analisar se há algo para ser acrescentado na investigação.

Jacson foi indiciado por estupro de vulnerável e será levado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias