GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

07/05/2016 às 13h52m - Atualizado em 08/05/2016 às 12h55m

Timbaúba: Encontro na AABB reúne sociedade civil e autoridades para combater a violência no município

Se você não foi, perdeu uma grande oportunidade para denunciar, expor seu ponto de vista e cobrar das autoridades policiais, judiciária, legislativa e executiva da cidade

Muitas pessoas criticam sem ter conhecimento e reclamam de atitudes por parte dos poderes constituídos e também por falta de oportunidades para exigir seus direitos, porém, uma ótima chance para o cidadão reivindicar das autoridades policiais aconteceu na noite desta quinta-feira (5). O prefeito do município Júnior Rodrigues, reuniu na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), diversos setores da sociedade para debater e achar soluções para esse grave problema que aflige a população timbaubense, haja vista o alto número de crimes contra o patrimônio que vem sendo registrado no município. Neste fórum de debates, os presentes puderam ouvir, conversar, reivindicar, perguntar as autoridades e especialistas em segurança pública.

Os convidados proferiram palestras onde foi colocado todas as questões relativas ao tema, soluções, dificuldades, números e motivos que levaram a cidade, aliás, o estado e o país a esse patamar na questão de assaltos, roubos e crimes intencionais violentos. Na oportunidade também foi facultada a palavra para quem quisesse perguntar ou sugerir ideias ou até mesmo denunciar, várias pessoas utilizaram o momento e expuseram seus pensamentos.

Se você não foi, perdeu uma grande oportunidade de exigir, opinar, cobrar das autoridades policiais e representantes dos poderes Judiciário, Legislativo e também o chefe do Poder Executivo municipal que estava presente para lhe ouvir. Logo após a fala das autoridades o microfone foi aberto para todos da plateia.

Veja só o timaço de convidados que compuseram a mesa de debate:

Dr. André Rafael (Juiz de direito da Comarca de Timbaúba)

Coronel Rômulo Lamenha (Comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar-PE)

Capitão Autair Pereira (Comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar do 2º BPM-PE)

Dr. Hilton Lira (Titular da 46ª Delegacia de Polícia Civil de Timbaúba)

Junior Rodrigues (Prefeito de Timbaúba)

Edileuza Pedrosa (Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Timbaúba - CDL)

Giorgio Bertino (Venerável Mestre da Loja Maçonaria de Timbaúba)

Vereadores Guel, Paulinho de Genésio e Felipe Vasconcelos

Dr. Antônio Apolinário (Ordem dos Advogados do Brasil - OAB)

Além da sociedade, lideranças de bairro, também marcaram presença vários comerciantes e membros da Maçonaria de Timbaúba e de cidades vizinhas. O senhor Luciano Moraes (Vice-prefeito de Macaparana), Dr. João Marcelo (Advogado da Casa da Didadania de Timbaúba),Dora (Conselheira tutelar), Carlos Menezes (Comércio, Agricultura e Pecuária), Arleide Guerra (Secretária de Educação) e Alberto Ferreira e Verônica Silva, representando o Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (SINTRAF), também participaram deste histórico encontro promovido pelo prefeito Júnior Rodrigues e pela secretária municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico Edileuza Pedrosa.

Para iniciar a palestra a representante da CDL Edileuza Pedrosa agradeceu aos convidados e aos comerciantes presentes e lembrou que com esta onda de roubos na cidade a classe mais prejudicada é justamente o comércio.

Já o prefeito João Rodrigues da Silva Júnior lembrou que a segurança pública é obrigação do Estado e responsabilidade de todos, porém, a gestão não mede esforço para ajudar e já foram implementadas diversas ações no combate a violência. Indagado sobre a deficiência na iluminação pública, Júnior Rodrigues respondeu que lâmpadas e braço de luminária serão trocados, pois já está em fase de licitação e em breve este problema será resolvido.

Pela OAB, Dr. Antônio lembrou que temos que unir força, judiciário, executivo, autoridades policiais deputados federais e estaduais votados em Timbaúba e juntos reivindicar uma solução por parte do governo do estado

Em sua fala o juiz Dr. André Rafael disse que Timbaúba regrediu pelo menos oito anos em relação a violência. Ainda de acordo com ele, a culpa do aumento da violência se deve a redução do efetivo policial nas ruas. "Moro em Timbaúba há 11 anos e ainda não tinha visto a cidade tão violenta desde que cheguei em termos de assaltos e assassinatos", completou o juiz cobrando do comandada do 2º BPM mais reforço policial.

O delegado Dr. Hilton Lira explicou aos presentes que está tendo dificuldade em relação a efetivo policial. Aconteceu a diminuição de oito pessoas no quadro da 46ª DPC entre escrivão e agentes, e não foi reposto até agora. "Estamos tendo também dificuldade de locomoção, para se ter uma ideia, estamos recebendo o mesmo valor de dois anos atrás para gasolina das viaturas. Na época, o combustível custava R$ 2,00 e atualmente R$ 4,00, por exemplo, não houve acompanhamento de preço e estamos recebendo o mesmo valor.", relatou Dr. Lira.

O Coronel do 2º Batalhão da Polícia Militar, Rômulo Lamenha, iniciou o pronunciamento pedindo um pouco mais de compreensão da população para que os crimes cometidos pelos bandidos sejam registrados com mais frequência. Em abril, aconteceram muitos assaltos na cidade, mas de acordo com ele, o número de casos registrado é o mesmo dos últimos dois anos. Em relação aos comerciantes, ele pediu ajuda mútua e mais investimentos tecnológicos, instalação de câmeras e esquema de fiscalização. E afirmou que irá fazer de tudo para ampliar o efetivo da PM no município.

Pois o coronel também lamentou o pequeno número de policiais para trabalhar, "Em Timbaúba, por dia poucos homens de plantão, o trio da ROCAM só está em dias alternados. Muitos estão saindo por tempo de serviço e o efetivo não está sendo reposto." Coronel Lamenha ainda criticou o baixo número de viaturas, "Existem 17 motocicletas danificadas no batalhão e isso inviabiliza para que o trabalho seja realizado. Entre junho e julho a promessa é que mais viaturas chegarão e ficarão a disponibilidade da PM." Em dados estatísticos, o coronel afirmou que os homicídios em 2016 já representam um aumento de 12% em relação ao mesmo período de 2015.

Representando o Poder Legislativo Municipal estiveram os vereadores Guel Barbosa de Araujo, Paulinho de Genésio e Felipe Vasconcelos. Guel no seu pronunciamento enfatizou a injustiça na distribuição qualitativa de Policiais Militares que compõem o 2º BPM, pois são 427 PMs para treze município, enquanto 240 estão em apenas quatro municípios (Goiana, Itambé, Itaquitinga e Condado). Os outros 187 Policiais Militares divididos para realizar a segurança de nove municípios.

Leia também: Prefeitura de Timbaúba e CDL organizam reunião com autoridades policiais para viabilizarem segurança pública

Texto: Reginaldo A. Silva / Renato Melo


CLIQUE SOBRE A IMAGEM DESEJADA PARA VISUALIZAR MELHOR
(Fotos: Timbaúba Agora)

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias