GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

23/06/2021 às 21h13m - Atualizado em 23/06/2021 às 22h21m

Homem é espancado após ser confundido com Lázaro Barbosa; vítima passou 3 horas pedindo socorro

Vítima foi alvo de agressões por conta da semelhança com Lázaro Barbosa, o 'serial killer de Brasília'

homem-espancado-lazaro

A caçada por Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, que ganhou repercussão nacional, acabou gerando um risco a um homem de 27 anos, em Campo Grande. Identificado como Brendo, a vítima foi espancada após ser confundido com o "serial killer de Brasília". 

Após ser espancado a pauladas na tarde desta terça-feira (22), ele pediu socorro por três horas, mas não ninguém o socorreu enquanto andava e tentava ajuda às margens da BR-262, próximo ao autódromo de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. As informações são do portal Campo Grande News.

Brendo contou que foi sequestrado por quatro homens encapuzados, que o jogaram em um carro e o levaram para uma região próxima de onde foi encontrado. Chegado lá, os suspeitos teriam espancado a vítima com pauladas e depois o abandonaram no local. 

A vítima pediu solicitou socorro de transeuntes na rodovia e ninguém parou para ajudá-lo. Após ligações de pessoas relatando a presença de um homem parecido com Lázaro na pista, o Corpo de Bombeiros realizou o resgate da vítima e o encaminhou à Santa Casa. Segundo a Polícia Militar, o homem possui histórico criminal por roubo.

Ao ser questionado, Brendo apresentou documentos aos policiais e informou pontos de Campo Grande onde esteve nos últimos dias. A partir daí foi descartada qualquer possibilidade de Brendo ser Lázaro.

Caçada a Lázaro Barbosa 

lazaro-barbosa-de-sousa

Nesta quarta-feira (23), completam-se 15 dias desde que Lázaro começou a fugir da polícia. São quase 300 policiais buscando por Lázaro neste momento. Há também cães farejadores, cavalos, helicópteros e drones. As buscas se concentram em uma área de mata de 10 quilômetros quadrados, entre Edilândia e Cocalzinho de Goiás, em Goiás, já bem perto de Brasília.

Fora da Mata, policiais da Polícia Rodoviária Federal vasculham veículos que passam pela BR-070, na tentativa de evitar uma fuga de Lázaro para outro estado, como ele planeja. 

Em 15 dias de fuga, Lázaro já desafiou a polícia diversas vezes. Esteve em várias chácaras e fazendas, fez reféns, trocou tiros com os agentes de segurança e sempre conseguiu escapar. De acordo com fontes do portal UOL, cerca de 70% dos moradores da região deixaram suas casas nos últimos dias por medo do que Lázaro pode fazer, caso invada uma propriedade. 

A uma família feita refém na semana passada, Lázaro disse que quer sair do DF e de Goiás e fugir para outro estado. Bloqueios na BR-070 vasculham os veículos e tentam evitar que o bandido escape. 

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias