GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

27/01/2020 às 21h13m - Atualizado em 28/01/2020 às 00h54m

Sobe para 47 o número de mortos em Minas Gerais; 101 cidades estão em situação de emergência

Defesa Civil estima em 17.995 pessoas afetadas, entre mortos, desalojados, desabrigados, feridos e desaparecidos; chuvas devem diminuir na semana.

minas_gerais-deslizamento_de_barreiras_e_mortes

As fortes chuvas em Minas Gerais causaram a morte de ao menos 47 pessoas e colocaram 101 cidades em estado de alerta. Segundo o último boletim da Defesa Civil mineira, divulgado na tarde desta segunda-feira, 27, 17.995 cidadãos foram afetados, entre mortos, desalojados, desabrigados, feridos e desaparecidos. Um decreto publicado no Diário Oficial estadual nesta segunda-feira elevou de 99 para 101 o número de cidades em emergência. A medida vale por 180 dias e permite ações mais rápidas para a recuperação de estragos e ajuda à população. Todos os órgãos estaduais estão autorizados a atuar sob a coordenação da Defesa Civil mineira.

Depois de um fim de semana com tempestades que chegaram a até 100mm, Belo Horizonte, uma das cidades mais prejudicadas, deve ter chuvas com um volume de no máximo 10mm nesta segunda-feira, 27, informou o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). “A tendência é de que seja um dia mais tranquilo, e que amanhã volte a chover um pouco mais forte. A partir de quinta ou sexta-feira, no entanto, é esperada uma trégua”, disse a VEJA Mameds Luiz Melo, meteorologista do Inmet.

Em relatório, o instituto informou que, no geral, Minas Gerais deve ter uma segunda-feira com previsão de “chuvas fortes”. Segundo o órgão as condições meteorológicas em todo o estado favorecem “tempo instável”, devido à umidade que chega da região Amazônia. “Portanto, Minas Gerais terá mais um dia com chances de pancadas de chuva localmente forte, principalmente nos setores centro, norte e leste mineiro”, informou o órgão. As temperaturas podem atingir até 35 graus em algumas cidades.

O governo federal tem 90 milhões de reais disponíveis para liberação imediata aos municípios atingidos por chuvas desde 17 de abril. A informação foi dada no domingo 26 pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. Ele esteve em Belo Horizonte em reunião com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), e com prefeitos de cidades atingidas pelas chuvas. De acordo com Canuto, há possibilidade de aumentar os recursos com remanejamento orçamentário.

Fonte: VEJA

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias