GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

26/10/2019 às 21h18m - Atualizado em 26/10/2019 às 22h41m

Preso suspeito de integrar grupo que cometia crimes sexuais contra estudantes dentro da Universidade Federal do Ceará

O suspeito, identificado como Gisleudo de Oliveira Félix, está preso no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

estupro_violencia_1

O suspeito, identificado como Gisleudo de Oliveira Félix, está preso no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Nesta tarde, três vítimas foram até o DHPP fazer reconhecimento do suspeito. Uma delas, segundo apurou a reportagem, desmaiou durante o procedimento, ao ver o rosto do universitário apontado como suspeito. 

Os casos de violência sexual estariam acontecendo há alguns meses e vitimando estudantes maiores de idade e adolescentes. Entre eles, uma jovem alega ter sido estuprada por um trio em abril deste ano, por volta das 21h30. Ela denunciou o caso à Polícia Civil apenas no mês seguinte, alegando vergonha.

Segundo a jovem de 18 anos, ela estava no bebedouro no momento em que foi abordada. A aluna foi ofendida e conta que dois suspeitos a encostaram na parede, enquanto o terceiro levantou o vestido dela e realizou a penetração. A jovem diz ter tentado gritar por socorro, mas foi sufocada pelos agressores, que saíram do local debochando dela.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a Polícia Civil registrou um boletim de ocorrência no 17º Distrito Policial (DP) no último dia 3 de outubro de 2019, referente a uma denúncia de estupro ocorrido dentro do espaço de uma universidade situada em Fortaleza. 

O órgão informou, ainda, que a ocorrência foi remetida para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). O segundo caso, sobre o crime contra a dignidade sexual, foi registrado e encaminhado para a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca) que transferirá também para a Polícia Federal (PF).

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias