Black Friday Ubannet

09/09/2019 às 09h21m

Motoristas de transporte alternativo realizam protestos em Pernambuco

O motivo do protesto é a sanção da lei 13.855/19, que aumenta a punição para os transportes alternativos. A nova lei foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro há um mês.

manifestacao-protesto

Do JC Oline

Motoristas de transporte alternativo realizaram diversas manifestações, na manhã desta segunda-feira (9), em Pernambuco. Os protestos aconteceram no Terminal Integrado de Passageiros (TIP), na Zona Oeste do Recife e na Estrada da Usina Trapiche, em Sirinhaém, no Litoral Sul e no quilômetro 22 da BR-101, em Goiana. Os condutores cobraram uma regulamentação do transporte ao Governo do Estado. De acordo com a organização do ato, em Pernambuco há cerca de 36 mil motoristas de transporte alternativo. Os manifestantes seguraram cartazes e queimaram pneus e entulhos nas vias, bloqueando o trânsito. Os protestos finalizaram por volta das 8h30.

"Somos mais de 16 mil profissionais de carros pequenos em Pernambuco. Estamos ficando sem emprego. Eles querem extinguir nosso trabalho. Semana passada fomos pegos de surpresa. Encaminharam 12 colegas nossos para a delegacia de forma arbitrária. Nós estamos trabalhando e atendendo a população que não é atendida pelos grandes empresários", relata Humberto Mendonça, representante dos motoristas de transporte alternativo.

Lei sancionada

O motivo do protesto é a sanção da lei 13.855/19, que aumenta a punição para os transportes piratas. A nova lei foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro há um mês, entra em vigor no dia 9 de outubro. Segundo a lei, o transporte pirata — seja de ônibus ou van escolar sem autorização ou transporte remunerado de pessoas ou bens — passa a ser classificado de infração gravíssima, com multa (multiplicada por cinco, no caso do escolar) e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além da remoção do veículo como medida administrativa.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias