GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

23/11/2017 às 18h01m

Chikungunya tem primeira morte confirmada em Pernambuco

Um homem, morador de Belo Jardim, no Agreste, teve o óbito atestado pelo vírus. A doença, em 2016, fez pelo menos 58 vítimas no Estado

dengue

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou a primeira morte de 2017, relacionada ao vírus da chikungunya. O caso foi em Belo Jardim, que fica na região Agreste de Pernambuco. Um adolescente de 15 anos sentiu sintomas característicos da doença no dia 11 de junho e morreu quatro dias depois. Segundo a investigação da SES em parceria com o município, o paciente estava na fase aguda da doença, mas tinha comorbidades associadas, além de ser tabagista e ter dependência alcoólica. 

Com esse caso sobe para três, o número de mortes confirmadas por arboviroses no Estado este ano. As duas iniciais foram por dengue, sendo a primeira de um idoso morador do Recife e a outra de uma adolescente que residia em Itapissuma, na Região Metropolitana. Ainda há 65 óbitos suspeitos sendo investigados em Pernambuco e 45 já foram descartados.

Durante todo o ano de 2016, o Estado notificou 60.956 pessoas com chikungunya, sendo 9.074 confirmados. Em relação aos óbitos, foram 414 notificados, sendo 58 confirmados para chikungunya, 24 para dengue e quatro para coinfecção chikungunya e dengue. Outros 103 falecimentos por arboviroses foram descartados. 

Boletim 
Até o dia último dia 18, Pernambuco notificou 15.097 casos de dengue (4.610 confirmados e 6.354 descartados), 4.456 de chikungunya (1.082 confirmados e 2.386 descartados) e 712 de zika (334 descartados). Já a situação de risco de novas epidemias, avaliada pelo 6º Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), aponta que 44 cidades estão em situação de risco de surto e 88 em situação de alerta. Outros 50 apresentaram índices satisfatórios.

Da Folha PE

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias