GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

24/12/2014 às 12h55m - Atualizado em 24/12/2014 às 13h19m

Pernambuco ocupa a segunda colocação no número de entregas de armas de fogo

Estado perde, apenas, para São Paulo. Dados foram divulgados pelo Relatório do Ministério da Justiça

O último relatório do Ministério da Justiça aponta que Pernambuco pulou do quinto para o segundo lugar no número de entregas de armas de fogo, perdendo, apenas, para São Paulo. Já em número populacional de 100 mil habitantes por Estado, Pernambuco, pela terceira vez consecutiva, permanece na primeira colocação, seguido por São Paulo, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Distrito Federal.

Em 2013 o estado de São Paulo liderou o ranking nacional de entrega de armas e Pernambuco apareceu na quinta colocação. Agora se somarmos as porcentagens de armas entregues por população de 100 mil habitantes, Pernambuco também apareceu na primeira colocação. Em 2014, foram arrecadadas em Pernambuco 2.352 armas;

Desde o ano de 2004, quando teve início a campanha do desarmamento, a população brasileira já entregou voluntariamente 656 mil armas. Ao todo, existem 2.129 postos de entrega em todo o Brasil e já foram pagos mais de R$ 13 milhões em indenizações.

A Nova Campanha do Desarmamento incentiva a entrega voluntária de armas com indenizações que variam de R$ 150 a R$ 450, dependendo do calibre e do tipo. Após 1.226 dias de campanha, já foram entregues, em Pernambuco, 7.881 armas e 13.952 munições, o que corresponde a seis armas entregues por dia, 42 por semana e 168 por mês. Já as munições totalizam 11 entregues por dia.

As armas e calibres de munições mais entregues em Pernambuco são revólveres, espingardas e pistolas. Já as munições são as de calibre 38. Em todos os casos será sempre preservado o anonimato das pessoas que realizarem a entrega de armas e munições. Além das armas de fogo também serão recebidas munições armas de brinquedo, simulacros, armas artesanais ou de fabricação caseira, porém sem o pagamento de indenização.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias